PUBLICIDADE

Copa do Catar

Croácia deixa o Catar com seu maior legado em Copas do Mundo

Comandando pelo astro do Real Madrid, a equipe precisará se reformular para o próximo Mundial

17 dez 2022 - 14h46
Compartilhar
Exibir comentários
Luka Modric, jogador da Croácia, no campo antes da partida contra o Marrocos
Luka Modric, jogador da Croácia, no campo antes da partida contra o Marrocos
Foto: REUTERS/Molly Darlington

A Croácia se despediu da Copa do Mundo neste sábado, 17, após a disputa do terceiro lugar contra Marrocos. O duelo marcou o fim da trajetória de Luka Modric em Mundiais, visto que o camisa 10 do time e do Real Madrid está com 37 anos. 

O capitão e camisa 10 comandou uma geração que teve início na Eurocopa de 2008 e chegou até a uma final de Copa do Mundo, em 2018, perdendo para França, mas fazendo a maior campanha da história do país no torneio. 

Modric supera outra lenda do futebol croata: Davor Suker. O atacante foi o craque da geração que conquistou o terceiro lugar no Mundial de 1998, na França, motivo de muita festa no país por ter sido o primeiro grande sucesso no futebol após a separação da Iugoslávia, em 1991.

Atacante marroquino celebra vitória dançando com a mãe:

Em 2018, Modric foi eleito o melhor jogador da Copa e do Mundo, com a ajuda de nomes importantes da geração como Rakitic e Mandzukic, que não foram ao Catar. Perisic é outro jogador importante nessa trajetória, participando dos dois mundiais. 

"O momento de 1998 é uma parte da história em que o mundo inteiro conheceu a Croácia. Este é um momento um pouco diferente agora, porque alcançamos o sucesso com a prata da Rússia. Claro, gostaríamos de deixar nosso povo feliz com uma nova medalha de bronze", falou o técnico Zlakto Dalic, antes do confronto contra o Marrocos. 

"Tive então a honra de ver Modric se preparar para as partidas. Naquela altura, eu tinha um sonho de estar tão preparado quanto ele estava. Agora, estou lutando pelo nosso país e espero ter correspondido às minhas expectativas neste campeonato", disse Kovacic, de 28 anos, outra peça de 'apoio' para Modric. 

Carter: saudades da Copa, sofrência pelo Hexa e torcida final:

Modric exemplo de liderança 

Luka Modric emocionou torcedores de todo mundo com as palavras e gestos de carinho para Rodrygo, após a derrota brasileira para a Croácia nas quartas de final da Copa do Mundo do Catar.

Modric consola Rodrygo após derrota brasileira para Croácia:
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade