1 evento ao vivo

Tabárez é cauteloso ao falar sobre lesão de Cavani e evita prognóstico

30 jun 2018
18h46
  • separator
  • comentários

O técnico Óscar Tabárez evitou fazer prognósticos sobre a participação de Edinson Cavani no restante da Copa do Mundo da Rússia. O atacante do Uruguai foi o grande destaque da vitória por 2 a 1 sobre Portugal, neste sábado, em Sochi. Marcou dois gols, mas deixou o gramado do Estádio Olímpico de Fisht com uma lesão muscular.

"Ele sentiu uma dor, mas não sei. A partida acabou agora. Na Copa do Mundo, jogamos a cada cinco dias em média. Não há muito tempo para recuperação. Ele vai repousar e, depois, faremos o diagnóstico correto. Agora, estamos somente preocupados. Não temos certeza alguma sobre a real dimensão do seu problema", comentou Tabárez.

Bastante emocionado com a classificação uruguaia, Cavani prometeu se sacrificar para estar em campo. A sua presença nas quartas de final diante da França, às 11 horas (de Brasília) de sexta-feira, em Níjni Novgorod, contudo, parece improvável.

Por enquanto, o Uruguai prefere comemorar o triunfo sobre Portugal a fazer projeções para o duelo com a França. O time de Óscar Tabárez, que ainda não havia sido vazado no Mundial, precisou se esforçar defensivamente para conter o ímpeto lusitano neste fim de semana.

"Aconteceu uma entrega incomensurável de todos. Para nós, isso faz parte do futebol. Foi um jogo difícil, em que o rival teve mais posse de bola e jogou muito tempo no nosso campo", reconheceu Tabárez. "Cometemos um erro (no gol de cabeça de Pepe) que nos custou o empate, mas seguimos fortes mentalmente. Estou muito contente. Só houve o inconveniente da lesão (de Cavani), mas vamos ver como evolui e nos apegar à fortaleza de grupo que temos", concluiu o treinador.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade