0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

Reserva, 7 a 1 e doença: T. Silva tenta expurgar "fantasmas"

Marcelo Del Pozo / Reuters
6 jun 2015
08h45
atualizado às 09h31
  • separator
  • 0
  • comentários

Thiago Silva não é mais o mesmo jogador de um ano atrás. Antes capitão e líder da Seleção Brasileira, chegou na Copa do Mundo com um objetivo fixo e parecia destemido, pelo menos no início. Atualmente ele é reserva na equipe nacional, mostra que não superou o 7 a 1 ainda e convive com "fantasmas" do passado que claramente o assustam.

Thiago Silva sequer estava no jogo em que o Brasil perdeu por 7 a 1, pois recebeu suspensão, mas ele sabe que ficou marcado de forma negativa na Copa do Mundo e tenta se defender, mesmo sem ninguém acusá-lo. Após uma pergunta simples sobre o apoio da torcida, durante a entrevista coletiva desta sexta, ele retrucou.

"Saímos de uma forma inesperada que machucou todo mundo e procuram alguém para criticar, pra colocar pra baixo. Falam do choro, mas foi contra o Chile, um jogo que nós ganhamos", argumentou, lembrando do momento em que sentou na bola e chorou, antes do jogo ser decidido nos pênaltis.

Thiago Silva nega alienação: "não podemos ir contra CBF"

Thiago também não escondeu que o "fantasma" da Copa do Mundo o perseguiu até na Granja Comary, onde o Brasil treinou para Copa América, durante esta semana. "Estamos tendo uma cobrança muito grande. Temos auto-crítica para citar que está sendo difícil. Até nessa ida para a Granja passa um flash na cabeça. Mas o importante é ter a consciência tranquila e não se arrepender. Talvez a gente podia ter dado mais ali ou aqui, mas nunca se sabe, futebol é imprevisível".

Depois da Copa, Thiago demorou para ser convocado para a Seleção novamente. Quando aconteceu, ficou na reserva de David Luiz e Miranda. Até jogou como titular recentemente contra França e Chile, mas Dunga tem indicado nos treinamentos que o ex-capitão realmente vai para o banco. Ele diz que a situação não incomoda, mas claramente mudou de tom quando teve que responder sobre isso. Estava tranquilo até para falar sobre assuntos polêmicos, como os escândalos recentes do futebol, mas foi agressivo ao comentar sobre seu status na Seleção: "tem que perguntar para o Dunga, não para mim. Não me incomoda, mas é uma situação diferente para mim".

Thiago Silva disse que já está pensando muito na Copa de 2018
Thiago Silva disse que já está pensando muito na Copa de 2018
Foto: Heuler Andrey/ Mowa Press / Divulgação

Ainda sobre essa questão, um arrependimento persegue Thiago Silva como se fosse um fantasma. "Estou no banco em função de um grande erro que cometi na pré-temporada, de pedir para jogar o segundo amistoso, contra o Napoli, em que me machuquei. Isso me atrapalhou muito na Seleção Brasileira, porque outros deram conta do recado", afirmou, agora em tom de lamentação, lembrando que Miranda e David Luiz ficaram sem sofrer sequer um gol nos cinco primeiros amistosos após a Copa do Mundo.

Além das dificuldades recentes, Thiago ainda terá que lidar com um problema grave do passado, uma turbeculose muito forte que quase o impediu de jogar no passado: "tenho o sonho muito grande de classificar o Brasil para Copa do Mundo e conquistar o título. Tenho pensado muito nessa situação, em chegar na Rússia, em 2018, e conquistar o título mundial no país onde passei uma das piores fases da minha vida". Sem dúvidas é a solução ideal para o Thiago, mas são muitos "fantasmas" para alguém que ainda parece assustado demais.

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade