1 evento ao vivo

Tropa exclusiva para a Copa vai às ruas de SP mês que vem

Em entrevista ao Terra, secretário de Segurança Pública de SP afirmou que "Comando Copa" terá 4.200 PMs que agirão no Itaquerão e em manifestações civis

24 abr 2014
17h19
atualizado às 17h31
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma tropa de elite composta por 4.200 homens e mulheres prontos para atuar já a partir de maio será a força especial com que o governo de São Paulo pretende garantir a segurança durante a Copa do Mundo de futebol. A abertura do evento será na capital paulista, no dia 12 de junho, na Arena Corinthians (zona leste), com o jogo entre Brasil e Croácia.

Em entrevista ao Terra nesta quinta-feira, o secretário de Segurança Pública do Estado, Fernando Grella,  afirmou que a tropa, batizada de “Comando Copa”, terá PMs de batalhões especiais, como o Choque, com ação preventiva e ostensiva. Eles atuarão, por exemplo, no deslocamento e na escolta de delegações e também ante manifestações civis como as que, desde o início do ano, têm como alvo a realização do Mundial no País.

“Essa tropa agirá em tudo –é tanto uma questão de manter a ordem pública como a de dar uma segurança específica para as delegações, com os deslocamentos e as escoltas”, afirmou Grella, durante a cerimônia de posse do general João Camilo Pires de Campos à frente do Comando Militar do Sudeste (CMSE), na zona sul de São Paulo.

Segundo o secretário, a tropa terá ainda soldados que estão se formando após um ano de estudos na Escola Superior de Soldados (ESSd), além alunos da escola de sargentos. “Além disso, interrompemos férias e licença-prêmio da PM durante o Mundial”, destacou Grella. Em todo o Estado, o efetivo da Polícia Militar é composto de aproximadamente 93 mil policiais.

“Essa tropa vai atuar em São Paulo e Grande São Paulo. Além disso, temos a articulação com o Exército, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal: vai haver uma comissão que definirá questões estratégicas responsáveis por dar o direcionamento das ações operacionais durante a Copa. Temos um bom relacionamento com esses órgãos e tudo está sendo preparado para ser implementado já no próximo mês”, definiu Grella.

Indagado se o “Comando Copa” fará uso de artes marciais ou munição não letal, como ocorrido nas manifestações recentes na capital paulista, o secretário de Segurança Pública desconversou: “O comandante da operação é que vai definir o meio e a forma de atuar dessa tropa, conforme a circunstância. Nas antepenúltimas manifestações não tivemos grandes problemas, a PM cumpriu o papel dela de orientar, proteger e de assegurar a manifestação pacifica. Mas evidente que quando as coisas fogem do limite, da ordem e da pacificidade, a polícia tem que proceder a intervenção para evitar lesões, transtornos; aí é o dever dela realizar prisões”, declarou.

Jogos da Copa em SP

Além da partida de abertura da Copa, às 17h, São Paulo será sede de outros cinco jogos: no dia 19, entre Uruguai e Inglaterra, às 16h; Holanda x Chile, às 13h, no dia 23, e Coreia do Sul x Bélgica, às 17h, no dia 26. No mês de julho, pela fase eliminatória, haverá jogos no dia 1º, às 13h, pelas oitavas de final, e no dia 9, às 17h, em uma das semifinais.

Veja também:

Veja os jogadores com mais gols por clubes de Série A desde 2010
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade