PUBLICIDADE

Sarah Menezes cai na estreia e Brasil fica sem medalha no 1º dia do Mundial de Judô

25 ago 2014 07h24
Publicidade

Atual campeã olímpica da categoria até 48 kg, Sarah Menezes disse adeus ao sonho do título mundial ao perder logo na estreia para a jovem francesa Amandine Buchard, de apenas 19 anos, em dia amargo para o judô brasileiro nesta segunda-feira em Tcheliabinsk, na Rússia.

Na categoria até 60 kg, Felipe Kitadai, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, também foi eliminado na primeira luta, para o uzbeque Dulorbek Urozboev.

Já Eric Takabatake, que aos 23 anos disputou seu primeiro Mundial, venceu na estreia, com um ippon sobre o suíço Ludovic Chammartin, mas perdeu nas oitavas de final para o russo Bestian Budranov, quarto colocado do ranking da categoria.

Sarah foi derrotada por Buchard por um yuko, no início da luta. A francesa já tinha derrotado a brasileira no início deste ano, no Grand Prix de Paris.

Com uma tabela favorável graças à vitória sobre uma das grandes favoritas, Buchard lutará mais tarde pelo ouro.

A jovem promessa, que ganhou a medalha de prata no Campeonato Europeu em abril, não tomou conhecimento de Abigail Chindele, da Zâmbia, que atropelou por ippon, antes de superar a ucraniana Maryna Cherniak nas quartas.

A derrota de Sarah é um sinal de alerta, já que a judoca de 24 anos é considerada uma das maiores chances de medalhas do país nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro-2016 e é o maior símbolo da nova geração vencedora do judô feminino brasileiro, que conquistou cinco medalhas no Mundial do Rio-2013.

A piauiense nunca conquistou o ouro no Mundial e vinha de três bronzes seguidos, em Tóquio-2010, Paris-2011 e Rio-2013.

Na terça-feira, dois brasileiros entram no tatame, Érika Miranda, atual vice-campeã mundial, e Charles Chibana, que vem de uma vitória no Grand Slam de Tyumen, também na Rússia.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade