2 eventos ao vivo

BH: manifestantes atacam Copa, Ronaldo e xingam Fifa em evento oficial

19 jun 2013
17h57
atualizado às 18h49
  • separator
  • 0
  • comentários

As manifestações contra os gastos excessivos da Copa do Mundo continuaram nesta quarta-feira em Belo Horizonte. Cerca de cinco mil pessoas foram às ruas reclamar do dinheiro investido nos estádios para a competição, além de aumento do transporte urbano e outros problemas sociais, e aproveitaram para xingar o ex-atacante Ronaldo e a Fifa.

<p>Belo Horizonte teve novos protestos contra a Copa do Mundo</p>
Belo Horizonte teve novos protestos contra a Copa do Mundo
Foto: Diego Garcia / Terra

Confira todos os vídeos da Copa das Confederações

O ex-camisa 9 da Seleção, que atualmente é membro do COL (Comitê Organizador Local), virou alvo do grande público após uma declaração sua de 2011 ser recuperada da internet, onde Ronaldo diz que a Copa do Mundo se faz com estádios, e não com hospitais. O fato irritou a população, que foi protestar. 

"Ronaldo, gordo, um País não se faz com estádios", dizia uma das faixas. O coro de "ei, Ronaldo, vai tomar no c..." foi desabafado pela passeata em algumas oportunidades, principalmente quando o movimento alcançou o galpão montado na praça da Estação. Lá, um evento oficial da prefeitura e da Copa das Confederações acontecia com telão e música.

Ao chegarem à frente do evento, os manifestantes não perdoaram. "Ei, Fifa, vai tomar no c..." foi entoado de forma uníssona pela população, que novamente portava centenas de cartazes contra a realização do Mundial no País. "Não precisamos de estádios, precisamos de saúde e educação", disse Gabriela Duarte, uma das estudantes na manifestação.

O povo começou a se revoltar com os gastos astronômicos com estádios para o Mundial nos últimos dias. Além da Copa, os estudantes protestam contra aumento na passagem de ônibus e corrupção no País. Enquanto isso, a Seleção Brasileira venceu o México por 2 a 0, em Fortaleza, pelo Grupo A da Copa das Confederações.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade