PUBLICIDADE

Com um a mais, Juventude empata com o Sampaio Corrêa e desperdiça chance de entrar no G4 da Série B

19 ago 2023 - 20h21
Compartilhar
Exibir comentários

Na noite deste sábado, o Juventude recebeu o Sampaio Corrêa, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e empatou sem gols. Os da casa jogaram com um a mais desde o minuto 30 do primeiro tempo, após a expulsão do zagueiro Rafael Jansen.

Foto: Gabriel Tadiotto/EC Juventude / Gazeta Esportiva

Assim, o Papo desperdiça chance de entrar pela primeira vez no G4 da competição. Com o resultado, o time gaúcho chega aos 40 pontos e sobe da sétima para a sexta colocação. O quarto colocado Vila Nova soma 42 tentos.

Por sua vez, a Bolívia Querida acumula o quinto empate consecutivo no torneio. No entanto, não vence na Série B há nove rodadas. O clube maranhense é o primeiro fora da zona do rebaixamento, com 25 unidades - cinco a mais que o Tombense, que .

Na próxima rodada, portanto, o Juventude visita o Mirassol, às 19 horas (de Brasília) de terça-feira, no Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP). No sábado, o Sampaio Corrêa recebe o Guarani, a partir das 17 horas, no Estádio do Castelão, em São Luís (MA).

O jogo entre Juventude e Sampaio Corrêa

Jogando diante do seu torcedor, o Juventude foi ao ataque e levou perigo logo aos nove minutos. Nenê cobrou falta na intermediária, encontrando Tite. O atacante dominou no bico da grande área, cortou a marcação e bateu colocado, assustando o goleiro Luiz Daniel.

A situação do Sampaio Corrêa ficou mais complicada na partida aos 30 minutos. O zagueiro Rafael Jansen foi expulso de maneira direta após agressão no goleiro Thiago Couto. A decisão foi tomada pelo árbitro depois de revisão no VAR.

Aos 38, Erick Farias encontrou bom passe para Ruan, que invadiu a área pela esquerda e rolou para Nenê. Na marca do pênalti, o veterano pegou mal, isolou e desperdiçou boa oportunidade para o Papo. Aos 45, a cabeçada de Luiz Gustavo após cobrança de escanteio raspou a trave. Cinco minutos depois, foi a vez de Erick Farias acertar o poste em finalização de cabeça.

Papo pressionou, mas não conseguiu balançar a rede

Na volta do intervalo, os donos da casa tiveram um pênalti marcado a seu favor aos 18 minutos após cruzamento rasteiro de Nenê ser interceptado pelo braço do defensor da Bolívia Querida. No entanto, após análise no VAR, o árbitro voltou atrás e anulou a penalidade máxima.

Aos 33 da etapa complementar, Vitor Andrade soltou uma bomba da esquerda, e Luiz Daniel defendeu parcialmente. Na sobra, após bate e rebate na área, o atacante Ruan teve grande chance para marcar, mas Alyson salvou a bola que tinha o endereço do fundo das redes.

Por fim, o Juventude teve outras duas oportunidades para sair com a vitória, mas não conseguiu balançar a rede maranhense. Aos 42, Danilo Boza aproveitou escanteio de Matheus Vargas e cabeceou muito próximo à meta do Sampaio Corrêa. Aos 45, Reginaldo recebeu lançamento e cruzou para Victor Andrade, que finalizou desequilibrado e desperdiçou a chance. Já aos 48, Luiz Gustavo recebeu escorada de Danilo Boza, porém, livre de marcação, também perdeu.

Confira os demais resultados da Série B neste sábado:

Avaí 4 x 2 Tombense

ABC 1 x 2 CRB

Ituano 3 x 0 Criciúma

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade