PUBLICIDADE

Palmeiras e América-MG lamentam morte de Dario Alegria

10 out 2021 14h08
| atualizado às 14h08
ver comentários
Publicidade

Jurandir Dario Gouveia Damasceno, o Dario Alegria, morreu aos 77 anos após complicações por conta de um AVC. O ex-atacante foi formado pelo América-MG na década de 1960 e atuou pelo Palmeiras na época da Academia.

O Palmeiras lamentou a perda e relembrou partes da vida do ex-jogador. "Neto de escravo, filho de garimpeiro e primo do ex-ministro do Superior Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, Dario passou parte da infância no quilombo Muriti do Costa, em Paracatu, na região noroeste de Minas Gerais. Entre os séculos XVII e XIX, os quilombos eram comunidades onde se refugiavam os escravos africanos que conseguiam escapar", escreveu o clube.

Dario (o penúltimo agachado) no América-MG em 1964. (Foto: Divulgação/Palmeiras)
Dario (o penúltimo agachado) no América-MG em 1964. (Foto: Divulgação/Palmeiras)
Foto: Gazeta Esportiva
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade