PUBLICIDADE

No comando do Bahia, Ceni reencontra o São Paulo em busca da primeira vitória contra o ex-clube

29 nov 2023 - 07h10
Compartilhar
Exibir comentários

O duelo entre Bahia e São Paulo, que ocorre nesta quarta-feira, às 20h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, pela 36ª e antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro, marcará um reencontro especial. Ídolo do Tricolor Paulista, o técnico Rogério Ceni irá rever o ex-clube, desta vez como adversário.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia / Gazeta Esportiva

Essa não será a primeira vez que o treinador reencontra o São Paulo, time no qual é ídolo. Foram cinco confrontos sob o comando do Fortaleza e mais três à frente do Flamengo. Em oito partidas, o técnico nunca venceu a equipe do Morumbi.

No total, são seis derrotas e dois empates para Ceni diante do time são-paulino. O próximo encontro reserva um clima especial, já que o Bahia trava uma árdua briga contra o rebaixamento no Brasileirão e precisa de um resultado positivo para seguir lutando pela permanência.

No momento, o Tricolor de Aço ocupa o 17º lugar da tabela, com 41 pontos, e só depende de si para não cair para a Série B. O time vem embalado depois de golear o Corinthians na última rodada, em plena Neo Química Arena, por 5 a 1.

Do outro lado, o São Paulo se manteve sob risco matemático de queda com o empate sem gols diante do Cuiabá. A seis pontos do Z4, o Tricolor só precisa de mais uma vitória para não passar aperto na reta final da temporada. Uma derrota em Salvador, aliada a outros resultados, pode deixar a equipe mais perto da zona da degola.

Multicampeão como goleiro do São Paulo, Rogério Ceni treinou o time tricolor em duas oportunidades: em 2017 e entre 2021 e 2023. Na última passagem, ele ficou marcado pelos vices na Sul-Americana e no Paulistão, além de desentendimentos com atletas do elenco, como uma rusga com o atacante Marcos Paulo.

O treinador deixou o comando da equipe em abril deste ano, abrindo espaço para Dorival Júnior assumir o cargo e, mais tarde, conquistar o título inédito da Copa do Brasil.

À beira dos gramados, Ceni já soma sete conquistas na carreira. Ele venceu a Série B de 2018, o Cearense de 2019 e 2020 e a Copa do Nordeste de 2019 pelo Fortaleza, além do Brasileiro de 2020, a Supercopa do Brasil e o Carioca de 2020, sob comando do Flamengo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade