PUBLICIDADE

Fortaleza sai na frente, mas empata com o Juventude

O time cearense perdeu a chance de dormir na vice-liderança do Campeonato Brasileiro

21 ago 2021 22h55
| atualizado às 23h08
ver comentários
Publicidade

Juventude e Fortaleza empataram em 1 a 1 na noite deste sábado, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Marcelo Benevenuto abriu o placar para o time do Ceará no primeiro tempo. Ricardo Bueno deixou tudo igual para os donos da casa na etapa complementar. Na reta final da partida Bruno Melo perdeu uma penalidade a favor do time. 

Com o resultado, o Fortaleza perdeu a chance de dormir na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Se vencesse, iria a 34 pontos, ultrapassando o Palmeiras, que entra em campo neste domingo, contra o Cuiabá, no Allianz Parque. Como empatou, somou 32 tentos, figurando na terceira colocação, que não perderá independentemente dos resultados desta rodada.

O Juventude, por sua vez, não conseguiu subir para a parte de cima da tabela. Com o empate, o time de Caxias do Sul se mantém na 12ª colocação, mas pode ser desbancado pelo São Paulo neste domingo, caso o Tricolor vença o Sport no Recife.

Fortaleza e Juventude terminam partida em empate
Fortaleza e Juventude terminam partida em empate
Foto: Luca Erbes / Futura Press

As melhores chances do primeiro tempo foram do Fortaleza. Logo aos 11 minutos os visitantes quase abriram o placar em chute de Ederson de fora da área, no cantinho, mas Carné se esticou todo para espalmar. No rebote, David bateu forte, mas mandou para fora. Pouco depois, aos 16, o Juventude não teve a mesma sorte. Em cobrança de escanteio de Lucas Crispim, Marcelo Benevenuto subiu mais alto que a defesa adversária e cabeceou certeiro, abrindo o placar para os visitantes do Ceará. 

O Fortaleza continuou no domínio do jogo e por pouco não ampliou aos 22 minutos. Após a defesa afastar o cruzamento de Lucas Crispim, Felipe ficou com a sobra na entrada da área e soltou a bomba, forçando boa defesa do goleiro do Juventude. No rebote, Bruno Melo bateu no cantinho, mas Carné fez outra boa intervenção para salvar os donos da casa.

Daí em diante o Juventude até conseguiu frear o ímpeto do Fortaleza, mas faltava capricho na hora da conclusão das jogadas. Com pouca criatividade no meio-campo, restava aos donos da casa arriscarem de fora da área, mas nenhum arremate foi certeiro.

No segundo tempo o Fortaleza assustou logo aos cinco minutos, quando Robson recebeu dentro da área, mas isolou. Daí em diante o Juventude mandou no jogo e fez de tudo para empatar o jogo. A primeira chegada foi com Paulinho Boia, que conduziu até a entrada da área e tentou bater cruzado, mas não pegou em cheio na bola, facilitando o trabalho de Marcelo Boeck.

Aos 25 minutos, o Juventude, enfim, conseguiu igualar o marcador. Marcos Vinicios, também conhecido como Sorriso, recebeu lançamento da defesa, ganhou a disputa de bola e, ao chegar na linha de fundo, cruzou rasteiro, para trás, encontrando Ricardo Bueno, que bateu de primeira, estufando as redes no Alfredo Jaconi.

Na reta final da partida, o Fortaleza teve a chance de ouro para garantir a vitória e voltar para a casa com os três pontos na bagagem, mas Bruno Melo não converteu a penalidade marcada pelo árbitro Raphael Claus após revisão do VAR, carimbando a trave de Marcelo Carné. Desta maneira, coube às duas equipes se conformarem com o empate em 1 a 1 em Caxias do Sul.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 1 X 1 FORTALEZA

Local: estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)

Data: 21 de agosto de 2021, sábado

Horário: 21h (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (Fifa-SP)

VAR: Márcio Henrique de Góis (SP)

Gols: Marcelo Benevenuto, aos 16 do 1ºT (Fortaleza); Ricardo Bueno, aos 25 do 2ºT (Juventude)

Cartões amarelos: Felipe (Fortaleza); Matheus Jesus (Juventude)

JUVENTUDE: Marcelo Carné; Michel (Paulo Henrique), Vitor Mendes, Didi e William Matheus; Matheus Jesus (Bruninho), Guilherme Castilho e Wagner (Marcos Vinícius); Paulinho Boia, Ricardo Bueno e Capixaba (Chico).

Técnico: Marquinhos Santos.

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto, Bruno Melo e Romarinho (Matheus Vargas); Felipe (Luiz Henrique), Ederson e Matheus Jussa; Lucas Crispim, Robson (Henríquez) e David (Osvaldo) (Igor Torres).

Técnico: Juan Vojvoda.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade