PUBLICIDADE

De Gabigol a Dorival Jr.: Santos reencontra velhos conhecidos e tenta evitar "Lei do Ex"

2 jul 2022 - 08h21
Ver comentários

Santos e Flamengo se enfrentam neste sábado pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além de toda rivalidade histórica entre as duas equipes, o jogo proporcionará alguns reencontros do Peixe com velhos conhecidos.

Ao todo, seis jogadores do atual elenco Rubro-Negro já passaram pelo Alvinegro Praiano, além do técnico Dorival Jr. São eles: o zagueiro Gustavo Henrique, os meias Diego e Thiago Maia e os atacantes Gabigol, Marinho e Bruno Henrique. O último, porém, está lesionado e, por isso, não vai à Vila Belmiro.

Destes, o que mais costuma dar trabalho ao Santos é Gabriel Barbosa. Formado nas categorias de base do time paulista, o centroavante tem ótimos números quando enfrenta o seu ex-clube.

Desde que deixou o Peixe, em 2016, foram seis encontros, com quatro vitórias para o atleta e duas para a equipe. Além disso, o camisa 9 do Flamengo soma sete gols. Na última vez em que esteve na Vila, aliás, ele marcou três dos quatro tentos da vitória de 4 a 0 dos cariocas.

Quem também tem bons resultados diante do Alvinegro Praiano é o Thiago Maia. O meio-campista tem duas vitórias em dois jogos. Gustavo Henrique , por sua vez, tem dois triunfos e um revés.

O experiente Diego é quem mais ficou frente a frente com o Santos entre os jogadores. O ídolo santista já enfrentou o ex-time dez vezes, das quais venceu cinco, empatou uma e perdeu quatro. Até o momento, ele só castigou os paulistas uma vez, justamente no primeiro reencontro, em 2016.

Já Marinho irá encarar o Santos pela primeira vez após deixar o clube. O atacante se despediu da Vila Belmiro no começo deste ano. Apesar de ter sido um dos principais jogadores da equipe nas temporadas de 2020 e 2021, o atacante saiu pela portas do fundo após forçar uma transferência para o Flamengo.

No banco de reservas, Dorival Jr. já teve a chance de enfrentar o Peixe em 15 oportunidades. Ao todo, ele soma cinco triunfos, quatro igualdades e seis reveses.

O Alvinegro Praiano é o time que o técnico mais dirigiu na carreira. Foram 199 partidas, com 115 êxitos, 37 empates e 47 derrotas, além de um título da Copa do Brasil e dois do Campeonato Paulista.

Neste sábado, portanto, o Santos espera evitar a "Lei do Ex" para tentar vencer o Flamengo e se reencontrar com a vitória após quatro tropeços seguidos na temporada. A bola rola no gramado da Vila Belmiro a partir das 19 horas (de Brasília).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade