PUBLICIDADE

Cruzeiro empata contra o Athletico-PR e fica a uma vitória da permanência no Brasileirão

O resultado deixa o Cruzeiro na 14ª colocação, com 45 pontos, quatro a mais que o Bahia, que abre a zona de rebaixamento

30 nov 2023 - 22h02
(atualizado às 22h09)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: ( Staff Images / Cruzeiro) / Gazeta Esportiva

O Cruzeiro saiu atrás no confronto contra o Athletico-PR nesta sexta-feira, mas, nos minutos finais, conseguiu um empate importantíssimo na briga contra o rebaixamento no Brasileirão. Pela 36ª rodada, a Raposa pressionou muito o Furacão, mas Vitor Roque marcou no segundo tempo e colocou os paranaenses na frente. Pouco depois, Matheus Pereira fez 1 a 1 no Mineirão, deixando os mineiros a uma vitória da permanência.

O resultado deixa o Cruzeiro na 14ª colocação, com 45 pontos, quatro a mais que o Bahia, que abre a zona de rebaixamento. Com isso, uma vitória na próxima rodada garante a permanência dos mineiros na primeira divisão. A Raposa volta a campo no domingo, para enfrentar o Botafogo, às 18h30 (de Brasília), no Nilton Santos.

O Athletico-PR terminou a rodada na oitava colocação, com 53 pontos. O empate desta sexta-feira tirou as chances do Furacão de uma vaga na Libertadores. Os paranaenses enfrentam o Santos neste domingo, às 18h30, na Ligga Arena.

O jogo

Lutando contra o rebaixamento, o Cruzeiro assumiu uma postura ofensiva já nos primeiros minutos de jogo. Aos 3 minutos, Bruno Rodrigues invadiu a área e bateu cruzado, mas ninguém completou na segunda trave.

Pouco depois, a Raposa passou muito perto de abrir o placar em um lance inacreditável. Com 7 minutos, William encontrou Arthur Gomes livre entre os zagueiros. O atacante cabeceou, mas acertou o travessão. No rebote, tentou de cabeça novamente, contudo, parou na defesa de Bento. A bola seguiu viva e Marlon bateu cruzado. A tentativa passou pelo goleiro do Furacão, porém Cacá apareceu logo atrás para tirar em cima da linha e impedir o tento.

A blitz dos mineiros seguiu forte. Aos 8, Filipe Machado bateu uma falta com força no canto esquerdo, obrigando Bento a trabalhar. O volante tentou de novo aos 22. Voltou a ser impedido de marcar pelo goleiro do Athletico-PR. Com 28, Matheus Pereira bateu para fora. A única chance clara dos paranaenses saiu no final da etapa, aos 43. William foi lançado na cara do gol. Com muita liberdade, o atacante bateu cruzado, porém Rafael caiu e fez grande defesa.

No segundo tempo, o Cruzeiro seguiu superior. Logo aos 2 minutos, Marlon alcançou a linha de fundo e tocou para trás. Japa chegou batendo, buscando o canto direito, mas acabou mandando à direita da meta. Matheus Pereira foi o próximo a tentar, aos 7. De fora da área, arriscou e mandou por cima do gol.

O Athletico-PR se manteve criando poucas oportunidades. Ainda assim, conseguiu ser mais eficiente e abrir o placar. Com 19 minutos, Fernandinho lançou para a área e Erick desviou para o meio. Vitor Roque, que veio do banco, empurrou para o gol vazio à queima-roupa.

Aos 27, o Cruzeiro teve uma grande chance para empatar. Em jogada pela esquerda, Arthur Gomes tocou para Matheus Pereira, que foi derrubado antes de finalizar. O árbitro marcou pênalti. Bruno Rodrigues foi para a cobrança. O atacante bateu no canto inferior direito, contudo, não colocou muita força no chute e Bento conseguiu defender. No rebote, Marlon veio embalado para bater, mas isolou.

O empate saiu aos 38 minutos. Matheus Pereira recebeu na entrada da área e arriscou. O volante acertou uma bela finalização colocada na gaveta para estufar as redes. A Raposa seguiu pressionando, mas não conseguiu virar.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 1 ATHLETICO-PR

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: quinta-feira, 30 de novembro de 2023

Horário: 20h (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Tiago Augusto Kappes Diel (RS) e Maira Mastella Moreira (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (VAR/Fifa-RS)

Cartões amarelos: Ian Luccas e Neris (Cruzeiro); Matheus Felipe (Athletico-PR)

Gols: Vitor Roque, aos 19′ do 2T (Athletico-PR)

CRUZEIRO: Rafael; Marlon, Luciano Castan, Neris e Wiliam; Filipe Machado, Ian Luccas e Japa; Matheus Pereira, Bruno Rodrigues e Arthur Gomes

Técnico: Paulo Autuori

ATHLETICO-PR: Bento; Cacá, Thiago Heleno, Matheus Felipe; Cuello, Fernandinho, Erick, Vitor Bueno, Zapelli (Madson) e Christian; Willian (Vitor Roque)

Técnico: Wesley Carvalho

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade