PUBLICIDADE

Corinthians domina lista em prêmio; Conca ganha Bola de Ouro

6 dez 2010 13h52
| atualizado às 16h20
Publicidade

O meia Conca, um dos principais responsáveis pelo título brasileiro do Fluminense neste domingo, foi o vencedor do prêmio Bola de Ouro, entregue nesta segunda-feira pela revista Placar, em parceria com a ESPN, no Museu do Futebol, em São Paulo. Ao lado do argentino, no entanto, quem mais esteve presente na seleção do torneio foram atletas do Corinthians, que terminou com a terceira colocação.

Sem o sonho do título no ano de centenário, o clube do Parque São Jorge emplacou quatro nomes na lista de melhores por posição (Roberto Carlos, Chicão, Elias e Jucilei). Entre outros destaques que foram premiados na tarde e montam o time ideal do Brasileiro estão o cruzeirense Montillo e Neymar, vencedores da Bola de Prata. O destaque do Santos, aliás, levou também a Chuteira de Ouro, prêmio dado ao artilheiro do ano no Brasil.

O primeiro a receber a Bola de Prata foi o goleiro Fábio, do Cruzeiro, que recebeu o troféu das mãos do meia Petkovic, do Flamengo. Na lateral direita, o escolhido foi Mariano, um dos maiores destaques do campeão brasileiro Fluminense, que neste ano chegou, inclusive, à Seleção Brasileira.

Para a dupla de zagueiros, os selecionados foram Alex Silva, do São Paulo, que retornou em 2010 para o futebol brasileiro e recebeu o troféu das mãos de Dario Pereira, ídolo do clube paulista na década de 80, e Chicão, destaque da campanha que deu o terceiro lugar ao Corinthians - ele recebeu o troféu também de ex-defensor de sua equipe, Marcelo Djian.

O experiente lateral corintiano Roberto Carlos completou a defesa da seleção da Bola de Prata de 2010 e recebeu seu terceiro troféu da premiação - os outros dois haviam sido conquistados em 1993 e 1994, quando vestia a camisa do arquirrival Palmeiras.

O meio de campo da Bola de Prata começou a ser formado pelo corintiano Elias, que, durante a cerimônia, confirmou que está a um passo de ser o novo reforço do Atlético de Madri. Ao lado dele, um também volante do Corinthians foi o escolhido: Jucilei, que recebeu a premiação das mãos de Rincón, capitão do time campeão mundial em 2000.

O Bola de Prata coroou as brilhantes atuações do meia Conca, principal jogador do campeão Fluminense, ao escolhê-lo como o melhor meia-esquerda do Campeonato Brasileiro. Pela direita, o vencedor também foi um argentino: Montillo, melhor jogador do vice-campeão Cruzeiro, que recebeu o troféu de Sorín, ex-lateral e ídolo do clube mineiro.

A escolha para o ataque não teve grandes surpresas. Maior estrela do futebol brasileiro na atualidade, Neymar recebeu o prêmio das mãos do maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro, Roberto Dinamite. E o santista teve a companhia de Jonas, artilheiro do Nacional de 2010, com 23 gols, atuando pelo Grêmio - ele recebeu o troféu pela artilharia das mãos do ex-centroavante Evair, e o de melhor atacante do também ex-atacante Bobô.

Com a seleção formada, a premiação anunciou o vencedor do troféu Chuteira de Ouro, que, com 42 gols e ao lado do gremista Jonas, foi o artilheiro do futebol brasileiro na temporada - o critério utilizado para o desempate foi o gol marcado por Neymar na Seleção Brasileira, contra os Estados Unidos.

No final da premiação, foi anunciado o ganhador do troféu Bola de Ouro, prêmio dado ao melhor jogador do Campeonato Brasileiro. E desta vez o vencedor foi um argentino: Dario Conca, que atuou em todas as 38 partidas do Fluminense na competição e foi o grande destaque da campanha que, depois de 26 anos, levou o clube carioca ao título brasileiro, com assistências e gols decisivos. Muito emocionado, o ex-jogador Toninho Cerezo foi o responsável por entregar o troféu ao meia argentino.

Confira os vencedores da Bola de Prata de 2010:

Goleiro:
Fábio - Cruzeiro

Laterais:
Mariano - Fluminense
Roberto Carlos - Corinthians

Zagueiros:
Alex Silva - São Paulo
Chicão - Corinthians

Volantes:
Elias - Corinthians
Jucilei - Corinthians

Meias:
Conca - Fluminense
Montillo - Cruzeiro

Atacantes:
Neymar - Santos
Jonas - Grêmio

Bola de Ouro:
Conca - Fluminense

Fonte: Redação Terra
Publicidade