PUBLICIDADE

Ceará sai na frente, mas Atlético-GO arranca empate

Resultado afasta um pouco mais o Dragão do Z-4, enquanto ponto somado ajuda o Vozão que briga por uma vaga na Libertadores 2022

20 nov 2021 23h03
| atualizado às 23h09
ver comentários
Publicidade
Equilíbrio tomou conta de boa parte do jogo em Goiânia (Foto: Bruno Corsino / ACG)
Equilíbrio tomou conta de boa parte do jogo em Goiânia (Foto: Bruno Corsino / ACG)
Foto: Lance!

Medindo forças pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, Atlético-GO e Ceará entraram em campo neste sábado, no Antônio Accioly pensando unicamente na vitória. Porém as coisas não saíram conforme o planejado. Após um primeiro tempo morno, Vina, já na etapa complementar, chegou a abrir o placar para o Vozão, mas não contava com o tento de João Paulo, minutos depois, igualando para o Dragão e fechando a conta em 1 a 1.

Com o resultado, a equipe comandada por Marcelo Cabo chegou aos 40 ponto pulando para a 15ª colocação. Já o time comandado por Tiago Nunes subiu duas posições, ficando em 9º, agora com 46 pontos.

Equipes criam boas chances no início

Precisando da vitória, a equipe do Atlético-GO sabia que qualquer vacilo em campo poderia dificultar ainda mais a vida do time na classificação. Com isso, indo para cima do Ceará nos primeiros minutos, Dudu, após cruzamento de Jefferson, acabou finalizando para fora, frustrando o lateral.

Por outro lado, o Vozão não demorou para responder o rival na mesma moeda. Praticamente no lance seguinte, Rick, ao receber passe de Vina, não levou sorte no arremeta já que o goleiro Fernando Miguel levou a melhor fazendo a defesa.

Duelo passa a ter poucas chances dos dois lados

Com o passar do tempo, as duas equipes pouco passaram a criar. Até os 30 minutos, ambas as defesas mostravam-se seguras, além de muito perde e ganha no meio-campo, frustrando a torcida do Dragão que acreditava no gol antes do término da primeira etapa.

Já na reta final, com os acréscimos dados pelo árbitro, o panorama basicamente foi o mesmo. Tendo uma única chance para os mandantes, com André Luis, aos 45, a bola acabou sendo desviada por Messias, sendo esse o último lance de perigo antes de Braulio da Silva Machado mandar os jogadores para os vestiários.

Vozão abre o placar, mas Atlético dá o troco rápido

Voltando para o segundo tempo, apenas Tiago Nunes recuou para seus suplentes colocando Yony González no lugar de Jael. E a postura ofensiva surtiu efeito logo de cara. Aos 2 minutos, em uma cobrança de falta, Vina, de perna direita, mandou para o fundo das redes sem chances para Fernando Miguel.

Apesar de ter encontrado seu tento, a comemoração por parte dos visitantes durou pouco tempo. Minutos depois, aos 9, aproveitando tentativa de corte por parte da defesa adversária, João Paulo pegou a sobra e tratou de igualar tudo no Antônio Accioly.

Mudanças dos dois lados, mas equipes não encontram o gol da vitória

Com a igualdade, os dois treinadores então resolveram promover mais substituições. Pelo lado do Ceará, Jorginho e Igor entraram, enquanto pelo lado do Atlético, a troca também foi visando o setor ofensivo com as entradas de Zé Roberto, Arnaldo e Ronald.

Indo pra cima, o time goiano tentou pressionar o rival até os acréscimos. Entretanto, mesmo ficando mais com a posse de bola, acabou desperdiçando algumas chances como as de Lucão, que por duas vezes, teve a chance de marcar, mas que parou nas boas defesas do goleiro Richard que segurou o empate até apito final do árbitro.

Lance!
Publicidade
Publicidade