0

Bolívia vai condecorar Maradona por defender futebol na altitude

5 ago 2011
19h46
atualizado às 20h23

A Câmara dos Deputados da Bolívia, controlada pelo partido do presidente Evo Morales, aprovou nesta sexta-feira a condecoração do ex-jogador argentino de futebol Diego Armando Maradona por defender a prática do futebol na altitude e ser amigo dos movimentos sociais.

Os legisladores governistas bolivianos aprovaram premiar Maradona com a condecoração "Deputado Marcelo Quiroga Santa Cruz", criada em homenagem a um político de esquerda assassinado em 1980 durante o golpe de Estado militar.

Os deputados destacaram que Maradona, amigo do presidente Morales, foi defensor da prática esportiva na altitude e da democratização do futebol com o apoio que deu à Bolívia para jogar suas partidas internacionais na cidade de La Paz, situada a 3.600 metros acima do nível do mar.

Maradona jogou em 2008 com Morales em La Paz uma partida beneficente em defesa da capital boliviana como sede da seleção nacional. Um ano depois, a seleção argentina, dirigida pelo mesmo Maradona, foi humilhada pela Bolívia com uma goleada histórica de 6 a 1.

O congresso boliviano também aprovou entregar ao mesmo o Prêmio Nobel de La Paz Adolfo Pérez Esquivel "por sua contribuição e trabalho em favor da democracia dos povos da América Latina, dos Direitos Humanos e da Paz Mundial".

Maradona foi apresentado recentemente no Al Wasl
Maradona foi apresentado recentemente no Al Wasl
Foto: AP
EFE   

compartilhe

publicidade