PUBLICIDADE

Após Libertadores, Marcelo rebate provocação de Gabigol sobre títulos no Brasil: "Aqui eu já fiz também"

Agora, além das cinco Liga dos Campeões conquistadas, o defensor também possui uma Libertadores

14 nov 2023 - 18h55
(atualizado às 18h55)
Compartilhar
Exibir comentários
Marcelo possui cinco Liga dos Campeões da Europa e, agora, uma Libertadores (Photo by PABLO PORCIUNCULA/AFP via Getty Images)
Marcelo possui cinco Liga dos Campeões da Europa e, agora, uma Libertadores (Photo by PABLO PORCIUNCULA/AFP via Getty Images)
Foto: Esporte News Mundo

O lateral-esquerdo do Fluminense, Marcelo, aproveitou uma entrevista para devolver uma provocação antiga do atacante Gabigol, do Flamengo. Em entrevista concedida ao Charla Podcast, nesta segunda-feira (13), o defensor ressaltou que agora é campeão da América também.

No bate-papo, o jogador relembrou que, em um dos clássicos Fla-Flu deste ano, o ídolo flamenguista mostrou seu patch de campeão (possivelmente da Libertadores 2022). Então, o ídolo do Real Madrid aproveitou e abaixou um pouco sua bermuda para mostrar uma tatuagem com suas cinco Liga dos Campeões vencidas.

"Tem uma bola que eu dou um carrinho nele, e ele meio que olha diferente. Aí beleza, morreu. Aí num outro jogo, eu não sei o que aconteceu direito, mas ele botou a mão no patch né (de campeão). E, tipo, nada a ver né, e todo mundo viu eu levantar a bermuda. Ele olhou, e a resenha dele foi que o que você fez lá fora ficou lá fora e aqui é outra parada. Eu falei 'já é'. Lá fora não vale né (risos)", explicou.

Então, ele contou que, agora, "chegou o grande dia", em referência ao clássico do último sábado (11), no Maracanã, em que fazia uma semana que o Fluminense e Marcelo haviam conquistado o título da Libertadores, no mesmo estádio. "Aqui eu já fiz também, tá ligado?", rebateu.

Para saber tudo sobre o mundo esportivo, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

"Eu senti que ele não estava mexendo comigo, e sim com meu time. Se ele for falar alguma coisa agora, pelo menos dá para se defender um pouquinho", completou o camisa 12. Neste clássico, o atacante rubro-negro foi reserva e entrou aos 28 minutos do segundo tempo, sendo expulso no acréscimos, após confusão com o zagueiro do Flu, Nino.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade