PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Nenê rescinde contrato com o Flu e assina com Vasco até 2022

Jogador rompeu compromisso que iria até o final desta temporada, agradeceu ao clube tricolor e fechou acordo para defender o rival carioca

14 set 2021 19h36
| atualizado às 20h27
ver comentários
Publicidade

Depois de assinar a rescisão de contrato, o meia Nenê utilizou as redes sociais para se despedir do Fluminense. Em publicação em seu perfil no Instagram, o jogador exaltou os momentos marcantes vividos no clube, pelo qual fez mais de 100 partidas. O camisa 77 tinha vínculo até o fim de dezembro e antecipou o término para assinar com o Vasco até o fim de 2022, o que já aconteceu. Ele aguarda sair no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF para estrear pelo novo clube já na quinta-feira, contra o CRB, em Maceió, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Nene deixou o Fluminense para voltar a vestir a camisa do Vasco (Foto: Staff Images / CONMEBOL)
Nene deixou o Fluminense para voltar a vestir a camisa do Vasco (Foto: Staff Images / CONMEBOL)
Foto: Lance!

"Agradeço ao Fluminense, a toda torcida tricolor, aos meus companheiros, comissão técnica, diretoria e funcionários. Foi uma história com momentos incríveis, jornada rumo à Libertadores e essa temporada foi muito especial também. Sempre dei o meu melhor, espero deixar um legado e boas lembranças nos corações de vocês. Mais uma vez, muito obrigado, Flu", escreveu o jogador.

Nenê vinha sem espaço no time do Fluminense nos últimos meses.E  a renovação de contrato no final desde ano era vista como incerta e até improvável. Na equipe tricolor, o meia foi o artilheiro do time em 2020, com 20 gols e deu sete assistências. Na atual temporada, ele é o líder em passes para gol, com seis, e balançou a rede cinco vezes. No entanto, já vinha perdendo espaço com o técnico Roger Machado e depois foi reserva sob o comando de Marcão.

No total, foram 118 jogos de Nene com a camisa do Fluminense, além de 28 gols e 16 assistências, sendo o líder neste quesito na atual temporada, com seis. Titular no ano passado e em boa parte de 2021, o meia teve ótimos números na Libertadores e, como um dos líderes do elenco, tinha a confiança de Roger Machado, treinador que acabou sendo demitido após a eliminação da equipe no torneio continental.

No entanto, começou a perder espaço após a derrota por 1 a 0 para o América-MG, no dia 8 de agosto, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro, quando chutou uma placa de publicidade ao ser substituído. E agora iniciará um novo capítulo de sua carreira com a camisa do Vasco, clube que anteriormente defendeu entre 2015 e 2018, ano em que foi contratado pelo São Paulo - ele deixou a equipe do Morumbi em 2019, quando chegou ao Fluminense.

Lance!
Publicidade
Publicidade