PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Luizão dá bênção para Fred superar seu recorde de gols na Copa Libertadores

Maior artilheiro brasileiro do torneio com 29 gols, pentacampeão mundial diz torcer para o colega do Fluminense, com 21 tentos, bater sua marca nesta edição

7 mai 2021 10h10
| atualizado às 10h20
ver comentários
Publicidade

Aos 37 anos, Fred vem se transformando em um verdadeiro caçador de recordes. Com 21 gols na Libertadores, o atacante do Fluminense está a um de se tornar o terceiro maior artilheiro brasileiro na competição, igualando a marca de Célio Taveira, com 22 gols. Na quinta-feira, Fred passou em branco no empate por 1 a 1 com o Junior Barranquilla.

Líder da seleta lista de artilheiros brasileiros na Libertadores com 29 tentos, o ex-atacante Luizão vê Fred com totais chances de ampliar ainda mais seus números no campeonato. E disse, inclusive, torcer por isso. "O Fred pode chegar onde ele quiser pelo grande jogador que é. E pode até me superar. Os recordes são para ser batidos", afirmou Luizão ao Estadão.

Além de superar Célio Taveira, o camisa 9 do Fluminense tem à sua frente o ex-centroavante Palhinha (25 gols) que fez história no Cruzeiro nos anos 70. "Isso faz parte da carreira. Da mesma forma que eu bati a marca do Palhinha, será legal ser superado por um grande jogador como o Fred. Tenho muito orgulho de ser o maior artilheiro brasileiro da Libertadores desde 2005. Mas, essas coisas passam", comentou o jogador que foi campeão do torneio pelo São Paulo.

E, de fato, Fred vem quebrando marcas importantes nos últimos tempos. Recentemente, ele atingiu os 185 gols pelo Fluminense e tornou-se o segundo maior artilheiro da história do clube, superando Orlando Pingo de Ouro. Também no atual Campeonato Carioca ele anotou o gol de número 400 da sua carreira na vitória sobre o Nova Iguaçu.

Assim, confirma cada vez mais a condição de ídolo de um dos maiores clubes do Rio de Janeiro. Tudo isso depois de superar a desconfiança de sua volta às Laranjeiras, no ano passado. "Confesso que eu mesmo não acreditava tanto em mim. Vocês torcedores confiaram e me deram força. Eu vim de um ano muito difícil, seis meses sozinho lá na roça com o Chico (Jefferson Souza, preparador físico). Sinceramente, eu tinha convicção que não iria chegar nenhuma proposta para mim", disse Fred, ao site do Fluminense.

O próximo objetivo do artilheiro pode ser alcançado no Campeonato Brasileiro deste ano. Atualmente com 152 gols no Nacional, ele pode superar Romário (154) e Edmundo (153) e passar a ocupar o segundo lugar na lista, atrás apenas de Roberto Dinamite (190). Marcas que a longínqua carreira de Fred vem tentando ultrapassar.

No seu histórico, Fred também tem uma outra marca importante na competição: foi o goleador da edição do Nacional de 2014 com 18 gols. A artilharia acabou vindo com uma resposta aos críticos que o elegeram como um dos vilões da vexatória derrota por 7 a 1 para a Alemanha nas semifinais da Copa do Mundo no Brasil.

Os maiores artilheiros brasileiros na Libertadores

Luizão -29 gols em 42 jogos

Palhinha - 25 gols em 30 jogos

Célio Taveira - 22 gols em 43 jogos

Jairzinho - 21 gols em 36 jogos

Fred - 21 gols em 35 jogos

Guilherme - 19 em 27 jogos

Ricardo Oliveira - 19 gols em 34 jogos

Tita - 18 gols em 43 jogos

Marcelinho - 18 gols em 49 jogos

Pelé - 17 gols em 15 jogos

Robinho - 17 gols em 45 jogos

Gabigol - 17 gols em 25 jogos

Estadão
Publicidade
Publicidade