PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Como chega o Barcelona-EQU para a semifinal da Libertadores contra o Flamengo no Maracanã

Antes do jogo de ida das quartas contra o Fluminense, equipe do Equador vinha de uma sequência com cinco vitórias seguidas; depois, caiu de produção e vive momento irregular

21 set 2021 06h33
| atualizado às 10h45
ver comentários
Publicidade

Na noite desta quarta-feira, o Flamengo encara o Barcelona de Guayaquil no Maracanã, às 21h30, em jogo válido pela semifinal da Libertadores. Com o sonho do tricampeonato a três partidas de distância, o LANCE! mostra como o time equatoriano chega para enfrentar o Rubro-Negro.

Barcelona e Flamengo se enfrentaram na fase de grupos da Libertadores de 2020 (Foto: AFP)
Barcelona e Flamengo se enfrentaram na fase de grupos da Libertadores de 2020 (Foto: AFP)
Foto: Lance!

MOMENTO RUIM

A fase do Barcelona é totalmente diferente daquele time que encarou o Fluminense no jogo de ida das quartas de final da Libertadores. Antes de enfrentar o Tricolor, os equatorianos vinham com uma sequência positiva de cinco vitórias e nenhuma derrota. No período, foram 12 gols marcados e apenas três sofridos.

Depois disso, o time não conseguiu manter o mesmo nível, e os resultados apresentaram uma queda significativa. Nos compromissos seguintes, contando a partida de ida contra o Tricolor, foram três derrotas, dois empates e apenas uma vitória. No total, marcou seis gols e sofreu nove.

CAMPEONATO NACIONAL

O desempenho inconsistente refletiu na tabela de classificação do Campeonato Equatoriano. Na primeira etapa, o Barcelona terminou na segunda posição, com 31 pontos - apenas três a menos do que o Emelec. No total, foram nove vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas.

Por outro lado, na segunda etapa, o Barcelona não manteve a mesma pegada e está na sétima colocação, com 12 pontos conquistados. A equipe soma, até aqui, quatro vitórias, nenhum empate e três derrotas.

CAMPANHA NA LIBERTADORES

O Barcelona se classificou para a fase mata-mata da Libertadores no primeiro lugar do Grupo C, que contava com Santos e Boca Juniors. A equipe equatoriana somou 13 e perdeu apenas um jogo, para o The Strongest, da Bolívia, em La Paz, no Estádio Hernando Siles.

O desempenho, inclusive, foi melhor que o do Flamengo, que fechou a fase de grupos com 12 pontos. Dessa forma, o jogo da volta acontecerá no Equador, na quarta-feira da próxima semana, também às 21h30.

Nas oitavas de final, o Barcelona encarou o Vélez Sársfield, da Argentina. Depois de perder o jogo da ida por 1 a 0, em Buenos Aires, o time Guayaquil venceu o confronto da volta por 3 a 1 e avançou na Libertadores.

Com o resultado, a equipe equatoriana garantiu vaga nas quartas de final para enfrentar o Fluminense. No jogo de ida, o Barcelona saiu atrás no placar, mas, mesmo com um jogador a menos, conseguiu a virada. No entanto, aos 50 minutos da etapa final, Fred deixou tudo igual.

Dessa forma, com um empate por 2 a 2 no Maracanã, o Barcelona poderia empatar por 0 a 0 ou por 1 a 1 que se classificaria no jogo da volta. Em campo, o time da casa abriu o placar com Gonzalo Mastriani, e, apenas no último lance, o Fluminense conseguiu o gol. Assim, com 1 a 1 no placar, o Barcelona de Guayaquil garantiu vaga na semifinal.

HISTÓRICO E NÚMEROS

O retrospecto no confronto é favorável ao time carioca. Segundo o site "ogol", Flamengo e Barcelona de Guayaquil se enfrentaram apenas duas vezes na história da Libertadores. E nestes dois jogos, que aconteceram no ano passado, o Rubro-Negro levou a melhor: no Brasil, vitória por 3 a 0 e, no Equador, vitória por 2 a 1.

Nesta edição da Libertadores, o Barcelona de Guayaquil marcou 16 gols e sofreu oito nas dez partidas que disputou. No total, foram cinco vitórias, três empates e duas derrotas.

Já o Flamengo, também em dez partidas, marcou 28 gols e sofreu 12. Além disso, o Rubro-Negro Carioca soma sete vitórias, três empates e nenhuma derrota nesta Libertadores.

OLHO NELES

Para o jogo desta quarta-feira, o torcedor do Flamengo precisa ficar de olho em Carlos Gárces, que é o jogador do Barcelona com a maior participações em gols da equipe na Libertadores. Com três marcados (melhor marca do time na competição) e duas assistências, o atacante foi responsável direto por mais de 31% dos gols do time na Libertadores 2021.

Outro nome para ficar de olho é Gabriel Cortez, que teve passagem pelo Botafogo em 2020. Segundo dados do site "SofaScore", em média, ele participa de um gol a cada 70 minutos, o que é a terceira melhor marca da Libertadores deste ano.

Por fim, Emmanuel Martínez, Adonis Preciado e Damián Díaz são outros jogadores que se destacaram pelo Barcelona na competição. Martínez é o líder do time em assistências, enquanto Preciado e Díaz já marcaram dois gols cada, o que é, junto com Cortez, a segunda melhor marca da equipe.

RELACIONADOS

GOLEIROS

Javier Burrai

Víctor Mendoza

DEFENSORES

Byron Castillo

Williams Riveros

Joshué Quiñónez

Fernando León

Bryan Caicedo

Mario Pineida

Leonel Quiñónez

MEIO-CAMPISTAS

Matías Oyola

Nixon Molina

Michael Carcelén

Jean Carlos Montaño

Bruno Piñatares

Gabriel Marques

Sergio López

Gabriel Cortez

Jonathan Perlaza

Adonis Preciado

Emmanuel Martínez

Damián Díaz

ATACANTES

Carlos Garcés

Gonzalo Mastriani

PROGAMAÇÃO ATÉ O DIA DO JOGO

Sábado, 18 de setembro

08h30 - Treino.

Domingo, 19 de setembro

08h30 - Treino.

Segunda-feira, 20 de setembro

08h30 - Treino;

10h - O plantel continua concentrado para viagem ao Brasil;

13h - Voo fretado com destino ao Rio de Janeiro;

20h - Chegada e concentração no Hotel.

Terça-feira, 21 de setembro

10h - Treinamento no Clube Aeronáutico do Rio de Janeiro.

14h - Conferência de imprensa do técnico Fabian Bustos.

18h - Reconhecimento do gramado do Maracanã.

Quarta-feira, 22 de setembro

19h30 - Ida ao Maracanã para o jogo.

Quinta-feira, 23 de setembro

10h - Retorno a Guayaquil.

*Estagiário sob a supervisão de Victor Mendes

Lance!
Publicidade
Publicidade