0

Fifa diz que não há evidência de doping entre jogadores russos

24 jun 2018
17h37
  • separator
  • 0
  • comentários

A Fifa rejeitou neste domingo uma reportagem da mídia britânica sobre encobrimento de doping entre jogadores da seleção russa, dizendo que não encontrou evidências de doping entre os jogadores russos enquanto o país recebe a Copa do Mundo.

Seleção da Rússia treina em Samara
 24/6/2018   REUTERS/David Gray
Seleção da Rússia treina em Samara 24/6/2018 REUTERS/David Gray
Foto: Reuters

Reiterando declaração feita no mês passado, a Fifa afirmou que "evidências insuficientes foram encontradas para afirmar uma infração à regra antidoping por parte de qualquer jogador de futebol".

Acrescentou que as investigações abertas contra jogadores nomeados para o plantel preliminar da Rússia no mês passado foram encerradas.

O zagueiro do Rubin Kazan Ruslan Kambolov, investigado pela Fifa devido a supostas violações de doping, foi incluído na lista preliminar da Rússia no mês passado, mas depois sofreu uma lesão e ficou de fora da seleção.

"No decorrer das investigações, a Fifa analisou todas as evidências possíveis, sem deixar pedra sobre pedra", disse a entidade global do futebol.

A Fifa iniciou investigações sobre possíveis violações de doping por jogadores de futebol russos depois que um relatório encomendado pela Agência Mundial Antidoping (Wada) descobriu que mais de 1.000 competidores russos em mais de 30 esportes - incluindo futebol - estavam envolvidos em uma conspiração institucional para esconder testes positivos de drogas.

A Rússia rejeitou as alegações de que realizou um programa de doping patrocinado pelo Estado.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade