PUBLICIDADE
Logo do Seleção Americana

Seleção Americana

Favoritar Time

Alex Morgan afirma que Fifa fez um "bom trabalho" ao aumentar premiação da Copa do Mundo feminina

28 jun 2023 - 20h07
Compartilhar
Exibir comentários

Convocada pelos Estados Unidos para a Copa do Mundo feminina, a atacante norte-americana Alex Morgan, atualmente no San Diego Wave FC, valorizou a medida tomada pela Fifa de aumentar a premiação oferecida pelo torneio.

"A Fifa realmente fez, e é surpreendente que isto esteja saindo da minha boca, um bom trabalho ao ampliar o valor do prêmio. Ainda temos um caminho muito longo para percorrer, mas ter pagamentos diretos para as jogadoras é (algo) enorme. Quero dizer, é algo que muda a vida de algumas delas", disse.

O novo plano da Fifa para o Mundial, que terá início no dia 20 de julho na Austrália e Nova Zelândia, é destinar US$ 30 mil (R$ 145,5 mil) dos lucros para cada atleta, em vez de mandar o dinheiro diretamente às federações.

Todos as jogadoras do país vencedor do campeonato levarão para casa o valor de US$ 270 mil (cerca de R$ 1,3 milhão) - parte dos US$ 110 milhões destinados pela Fifa como premiação total da Copa do Mundo feminina. Este número representa um crescimento de 300% em relação ao Mundial de 2019.

Alex Morgan também destacou que a federação norte-americana de futebol é a única no mundo em que os jogadores dos times masculino e feminino recebem salários e prêmios iguais.

"Com a US Soccer, temos no nosso contrato as mesmas premiações entre homens e mulheres. E essa é a única federação no mundo que faz isso. Estamos muito contentes de ter lutado por isso e conseguimos alcançar esse objetivo. Agora é hora da Fifa e das demais federações fazerem sua parte", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade