PUBLICIDADE
Logo do

Cruzeiro

Meu time

Vanderlei Luxemburgo revela que foi procurado pela diretoria do Cruzeiro

Em entrevista à Rádio Capital, de São Paulo, o treinador comentou sobre o contato da Raposa, que luta contra o rebaixamento na Série B

25 jul 2021 17h42
| atualizado às 17h42
ver comentários
Publicidade

Em crise, ocupando a 18ª posição, com 12 pontos em 14 jogos, o Cruzeiro parece buscar soluções para recuperar a equipe no campeonato, mesmo tendo um técnico empregado. Mozart Santos está pressionado no cargo e os pedidos para sua saída só aumentam entre os torcedores.

O técnico comentou que teve sim uma mensagem CESAR GRECO/AGÊNCIA PALMEIRAS
O técnico comentou que teve sim uma mensagem CESAR GRECO/AGÊNCIA PALMEIRAS
Foto: Lance!

E, um dos nomes que surgiram para comandar a Raposa foi Vanderlei Luxemburgo, algo negado pelo clube mineiro na última semana. Mas, o próprio treinador confirmou que houve um contato da diretoria azul.

Luxemburgo contou no programa "Só Técnicos", da Rádio Capital, de São Paulo, que o Cruzeiro o procurou, mas que foi algo meio confuso, já que o time mineiro tem um treinador empregado. Ouça a fala de Luxemburgo entre no vídeo abaixo entre 1h.14m.40s a 1h.16m.22s

-Andaram falando comigo, mas tá muito confuso. O presidente do Cruzeiro me passou uma mensagem e também nos falamos no telefone, tive uma conversa com o Pedrinho, do Supermercado BH, e depois dessa conversa não avançamos em nada sobre nada-disse Luxemburgo, que revelou a procura direta do presidente Sérgio Santos Rodrigues.

-O presidente me procurou e eu disse a ele que eles têm um treinador que tem que ser respeitado. O Pedrinho (Pedro Lourenço, dono dos Supermercados BH e principal parceiro da Raposa) me procurou para saber se em um processo futuro teria alguma possibilidade. Eu disse claro, mas por enquanto eles tem um treinador que precisa ser respeitado.

O nome de Luxemburgo surgiu na Toca da Raposa porque o trabalho de Mozart Santos não tem convencido a diretoria e o principal patrocinador do clube, Pedro Lourenço, tem simpatia pelo técnico, com duas passagens pela Raposa, sendo a mais vitoriosa em 2003, quando levou o Cruzeiro a vencer três títulos no ano (Mineiro, Copa do Brasil e Brasileirão).

Apesar do interesse do Cruzeiro em Luxemburgo, o clube mineiro não teria como contratar o treinador de forma imediata, a não ser que Mozart Santos pedisse demissão.

A nova regra da CBF para os técnicos diz que um clube não pode ter mais de dois treinadores em uma mesma temporada. A equipe de Belo Horizonte já demitiu Felipe Conceição e, se despedir Mozart, terá de colocar um auxiliar fixo do clube até o fim do ano.

Lance!
Publicidade
Publicidade