PUBLICIDADE
Logo do Cruzeiro

Cruzeiro

Favoritar Time

Autuori lamenta falha do Cruzeiro no 'conhecido' jogo do Vasco pelo alto

23 nov 2023 - 01h49
(atualizado às 01h52)
Compartilhar
Exibir comentários

Após o empate do Cruzeiro por 2 a 2 com o Vasco, pela 33ª rodada do Brasileirão, Paulo Autuori lamentou que a vitória no Mineirão tenha escapado em uma bola aérea na etapa final. De acordo com o diretor-técnico, sua equipe sabia do repertório cruz-maltino nesse tipo de jogada.

Para o comandante da Raposa, o momento é de assumir os erros e levantar a cabeça nesta reta final do campeonato.

"No futebol, vamos fazer gols e não podemos deixar de jogar porque sofremos gols. Vacilamos nos dois gols, não tem que ficar de justificativa. Os erros não podem ser personificados. Nosso sistema como um todo, sabíamos que o Vasco ia começar a alçar as bolas na área. Erramos. Quando se erra, paga-se o ônus por isso", disse, antes de atribuir as falhas ao aspecto emocional do time na briga contra o rebaixamento:

"Iniciamos bem o segundo tempo e terminamos o jogo sem ser efetivos e eficazes. Leitura simples, objetiva e tranquila. Ao longo das temporadas, muito menos no final, não tem que lamentar. Tem que se assumir os erros e cometemos dois. São jogos com o emocional muito elevado e temos que nos equilibrar e fazer a leitura clara. Sabíamos da jogada, mas ela aconteceu".

Gabriel Pec anotou o gol de empete do Vasco após cobrança de escanteio no segundo tempo –
Gabriel Pec anotou o gol de empete do Vasco após cobrança de escanteio no segundo tempo –
Foto: Leandro Amorim/Vasco / Jogada10

Autuori conta com união do elenco na reta final do Brasileirão

Por fim, Autuori saiu em defesa de Wesley, amplamente criticado pela torcida celeste. Nos minutos finais, em Belo Horizonte, o atacante desperdiçou a oportunidade de decidir a partida. No último sábado, o camisa 11 não foi relacionado no triunfo diante do Fortaleza, mas foi aproveitado no segundo contra os cruz-maltinos.

"Conto com todo mundo. O fato de (Wesley) não ir para um jogo é característico. Ele entrou no lugar do Arthur (Gomes) para manter a velocidade, é um jogador que tem gols importantes no histórico. Não conseguiu fazer, mas vai fazer e perder outros. Queríamos explorar a velocidade e você joga com tudo no futebol. É um jogo mental, as equipes sabem que tipo de jogo o Wesley faz. Ele podia ter aproveitado mais, mas outros vão perder e vão fazer", concluiu.

Com o resultado no Mineirão, Cruzeiro e Vasco mantêm suas posições na tabela. Enquanto os mineiros são os primeiros fora da zona de descenso, na 16ª posição, com 41 pontos, o Vasco aparece logo à frente, em 15º. O time de Ramón Díaz tem a mesma pontuação, mas leva vantagem na quantidade de vitórias: 11 a 10.

A Raposa volta a campo na próxima segunda-feira (27), às 21h (de Brasília), quando visita o Goiás na Serrinha, em Goiânia.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade