0

Figueirense vence Criciúma de virada e se afasta da zona de rebaixamento

27 out 2018
18h27
atualizado às 18h27
  • separator
  • comentários

O Figueirense voltou a vencer em casa após mais de três meses. A equipe alvinegra superou o Criciúma por 3 a 2, nesta sábado, no Orlando Scarpeli. Elton, Renan Mota e Henrique Trevisan marcaram os gols do triunfo na partida da 33ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Alex Maranhão, duas vezes, fez os tentos da equipe visitante.

Com o resultado, o Furacão do Estreito chega a 44 pontos, sobe para a 11ª posição e abre nove pontos em relação ao Juventude, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento. Já o Tigre segue com 41 pontos e cai para a 14ª colocação.

Na próxima rodada, a equipe de Rogério Micale irá receber o Goiás, na quinta-feira, dia 1 de novembro, às 19h15 (de Brasília), no estádio Heriberto Hulse. Por sua vez, o Figueira irá visitar o Oeste, na sexta-feira, dia 2 de novembro, às 20h30, na Arena Barueri.

O jogo

A partida começou movimentada e, depois de cada equipe ter uma oportunidade de gol, o Figueirense inaugurou o placar aos oito minutos. Após cobrança de escanteio cobrado por João Paulo, Zé Antônio cabeceou na trave e Elton pegou o rebote para empurrar a bola para o fundo da meta defendida por Luiz.

Três minutos depois o arqueiro do Criciúma fez um verdadeiro milagre. Betinho mandou a bomba de fora da área e ele fez a defesa. No rebote, Felipe Amorim bateu da marca de pênalti e o goleiro se recuperou para fazer a defesa com os pés para impedir o segundo gol do time da casa.

O empate do Tigre veio aos 20 minutos. Gabriel Honório fez grande jogada pela esquerda, entrou na área e cruzou para trás. Alex Maranhão bateu mascado e contou com a falha de Denis para marcar o gol que deixou o placar igual.

O Figueira acertou a trave três minutos depois e cedeu a virada aos 26. Pareira derrubou Alex Maranhão dentro da área e o juiz marcou pênalti. O próprio meio-campista bateu e deslocou o goleiro adversário para fazer 2 a 1.

Os mandantes criaram duas grandes oportunidades antes do intervalo. Aos 34, Zé Antônio pegou a sobra na entrada da área, finalizou de primeira e Luiz voltou a salvar o Criciúma. Já aos 40, a bola bateu em Marlon Freitas e sobrou livre para Felipe Amorim, que arrematou para fora.

As mudanças de Rogério Micale surtiram efeito e o Figueirense empatou aos seis minutos da segunda etapa. Renan Mota recebeu dentro da área e mandou uma bomba no ângulo, marcando um golaço.

Os mandantes chegaram a balançar as redes adversárias aos 20 minutos, mas o lance foi parado por impedimento. Na jogada, Elton recebeu passe de Felipe Amorim e finalizou na saída do goleiro.

Depois de um período sem grandes chances, os comandados de Rogério Micale voltaram a ficar à frente no placar aos 36. João Paulo cruzou par aa área e o zagueiro Henrique Trevisan apareceu para cabecear. Ele precisou de mais dois arremates para colocar a bola no fundo do gol.

No fim da partida, Iago recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE 3 X 2 CRICIÚMA

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)

Data: 26 de outubro de 2018, sábado

Horário: 16h30 (Brasília)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (Fifa-RJ)

Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)

Público: 1.973 pessoas

Renda: R$ 43.032,00

Cartões amarelos: Pereira, Zé Antônio, Gustavo Ferrareis, Henrique Trevisan, Betinho e Matheus Sales(Figueirense) Carlos Eduardo, Alex Maranhão, Liel e Iago (Criciúma)

Cartão vermelho: Iago (Criciúma)

GOLS:

FIGUEIRENSE: Elton, aos oito minutos do primeiro tempo, Renan Mota, aos seis, e Henrique Trevisan, aos 36 da segunda etapa

CRICIÚMA: Alex Maranhão, aos 20 e aos 26 minutos da primeira etapa

FIGUEIRENSE: Denis; Matheus Sales, Pereira, Henrique Trevisan e João Paulo; Zé Antônio, Betinho, Daniel Costa (Renan Mota) e Felipe Amorim (André Santos); Elton e Juninho (Gustavo Ferrareis)

Técnico: Rogério Micale

CRICIÚMA: Luiz; Carlos Eduardo (Marlon Freitas), Sandro, Fábio Ferreira e Iago; Liel, Jean Mangabeira, Eduardo, Alex Maranhão (Patrick) e Gabriel; Vitor Feijão (Nicolas)

Técnico: Mazola Júnior

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade