PUBLICIDADE
Logo do Criciúma

Criciúma

Favoritar Time

Cláudio Tencati pede desculpas por goleada sofrida pelo Criciúma

O Criciúma foi goleado por 5 a 2 pelo Cuiabá, em pleno Heriberto Hülse, na tarde do domingo (9), em confronto válido pela sexta rodada do Brasileirão. A enorme derrota jogando em seus domínios se torna ainda mais inusitada pois algo semelhante aconteceu há pouco tempo a favor do Tigre. O Tricolor goleou o Vasco […]

10 jun 2024 - 09h36
(atualizado às 10h39)
Compartilhar
Exibir comentários
Cláudio Tencati explicou nova derrota
Cláudio Tencati explicou nova derrota
Foto: Celso da Luz | CEC / Esporte News Mundo

O Criciúma foi goleado por 5 a 2 pelo Cuiabá, em pleno Heriberto Hülse, na tarde do domingo (9), em confronto válido pela sexta rodada do Brasileirão. A enorme derrota jogando em seus domínios se torna ainda mais inusitada pois algo semelhante aconteceu há pouco tempo a favor do Tigre. O Tricolor goleou o Vasco dentro de São Januário por 4 a 0, no dia 27 de abril.

O técnico Cláudio Tencati falou sobre o placar elástico sofrido atuando diante da sua torcida, como mandante. Na entrevista coletiva concedida depois do jogo, o profissional assumiu a responsabilidade pelo Carvoeiro ter sido goleado atuando no Majestoso, e este motivo fez com que ele pedisse desculpa para os torcedores do clube catarinense.

— Nesse momento, o que temos que fazer é pedir desculpas, manter o nível de personalidade e confiança e seguir. Não tem o que fazer. Da mesma forma que quando ganhamos por placares bons não nos exaltamos, agora não vamos morrer por essa derrota. É duro e triste? Sim, mas temos que ter a cabeça no lugar. Começamos organizados, mas após sofrer o primeiro gol, nosso time se perdeu completamente. A gente não conseguiu se encontrar, o que gerou o segundo e o terceiro — respondeu Tencati ao se desculpar com a torcida carvoeira.

Após o primeiro tempo ter terminado em 3 a 0, o Dourado anotou o quarto gol com Max logo aos 30 segundos da etapa complementar. A situação do Criciúma, que estava ruim, ficou ainda pior devido ao quinto gol do Cuiabá e a expulsão de Miguel Trauco.

Segundo o treinador, o processo de reação do Tigre, que em poucos minutos do começo do segundo tempo havia marcado por duas vezes, foi prejudicado pelo cartão vermelho recebido pelo lateral-esquerdo, mas, também pela atuação da arbitragem, que para ele foi "péssima".

As críticas à arbitragem feitas pelo técnico foram além. Cláudio Tencati cobrou o presidente da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Wilson Luiz Seneme, para que a entidade tome alguma atitude quanto à cera praticada pelo Cuiabá. Embora tenha reclamado efusivamente, ele também admitiu que a expulsão do peruano foi realizada de forma justa.

— Viemos com uma proposta, mas sofrer mais um gol quando já perdíamos de três é uma pancada na cabeça daquelas de luta de boxe em que a pessoa vai a nocaute. Mantivemos as mesmas ideias, e os jogadores buscaram os gols e a ofensividade. Aí vou mandar um recado para o Seneme: criticam muito os jogadores por suas posturas, muito os treinadores, mas o árbitro hoje foi pipoqueiro. Por que não deu o cartão antes para o Walter? Aí quando estava 4 a 2, o goleiro caiu, fez cera, tiveram as três substituições. Cadê a postura da arbitragem? Ele negligenciou e quebrou totalmente o ritmo do jogo. E foi proposital. Tem que seguir a regra. Depois falam do Gustavo. E depois ainda tivemos o Trauco expulso, e foi merecida a expulsão, nem posso falar nada. Temos que aceitar que foi um dia terrível e horrível — declarou.

O comandante tricolor fez outro reconhecimento. Durante a coletiva, Tencati refletiu sobre o desempenho do Tigre avaliando-o como sendo "muito pobre".

— O rendimento individual e coletivo estiveram abaixo da média. Teve questões táticas e não coloco as responsabilidades só neles. Tivemos um dia tecnicamente ruim e taticamente da mesma forma. Tivemos um jogo muito pobre — analisou.

Agora, o Criciúma tem uma missão difícil pelo Campeonato Brasileiro. A equipe treinada por Cláudio Tencati vai encarar o Athletico-PR, na Ligga Arena. A partida é válida pela oitava rodada do Brasileirão. Por conta da goleada sofrida dentro do Heriberto Hülse, os catarinenses ficaram na 16ª colocação. A partir das 20h da próxima quinta-feira (13), os tricolores vão ter que enfrentar o 5º colocado da Série A em um duelo que promete ser duro especialmente para o time que está à uma posição do Z-4.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade