PUBLICIDADE

Legião brasileira tem 70 jogadores na primeira fase da Liga dos Campeões

Neymar lidera o PSG, um dos candidatos ao título. O Real, de Marcelo, é o atual campeão. Firmino defende o Liverpool

18 set 2018
05h12 atualizado às 05h12
0comentários
05h12 atualizado às 05h12
Publicidade

Todos os grupos da Liga dos Campeões têm jogadores brasileiros. Apenas três times não têm atleta do País em seus elencos. É o caso, por exemplo, do alemão Borussia Dortmund. O futebol brasileiro é bem representado na competição, com jogadores em clubes de destaques e candidatos ao título.

O principal deles é Neymar, camisa 10 do Paris Saint-Germain, cujo projeto é ganhar a Europa, ultrapassar fronteiras na França e se transformar em um dos gigantes da Liga, como são atualmente Real Madrid e Barcelona, para citar dois exemplos vindos da Espanha.

Neymar trocou o Barcelona e a companhia de Messi para ter notoriedade no projeto do bilionário dono do PSG, o catariano Nasser Al-Khelaifi. Sua contratação mexeu com a Europa, dando novos números às possíveis transferências no continente. Os quase R$ 900 milhões pagos pelo jogador demonstraram o tamanho do apetite do clube francês em ganhar a competição na Europa e assumir papel de novo protagonista na Liga.

A primeira tentativa fracassou. Neymar comandará a segunda ao lado de um jogador que cresceu na Copa do Mundo. Trata-se de Mbappé. O PSG mede forças nessa primeira etapa c0m Napoli, Estrela Vermelha e Liverpool - finalista na edição passada contra o Real Madrid. Ao lado de Neymar, outros brasileiros brilham: Thiago Silva, Marquinhos e Daniel Alves

No próprio Liverpool, há brasileiros importantes, e todos com passagens pela seleção. O time inglês, liderado pelo egípcio Mo Salah, tem Roberto Firmino, o goleiro Alisson e o lateral Fabinho no grupo. A campanha anterior credencia o Liverpool a ir longe na disputa.

Os badalados Real Madrid (atual campeão) e Barcelona continuam fortes e valendo-se de jogadores brasileiros bons de bola. A novidade no time de Messi é Arthur, ex-Grêmio. O volante chegou a receber elogios do próprio craque argentino e deve ganhar posição no time muito brevemente. A temporada da Liga dos Campeões deve ter ainda Philippe Coutinho como protagonista. Ele assumiu o papel que era de Neymar no Barcelona e tem combinado bem com Messi e Suárez.

O campeão Real Madrid tem dois dos principais jogadores do Brasil como titulares: Marcelo e Casemiro. Estão mais do que prontos para a edição. Mas o time perdeu Cristiano Ronaldo e sentirá falta do português. Em compensação, desenvolve o garoto Vinicius Junior, ex-Flamengo, que pode ajudar.

O Manchester City tem Gabriel Jesus, que não fez boa Copa, mas que é bom atacante. O mesmo vale para Fernandinho. No Grupo F, o City terá de enfrentar o Shakhtar Donetsk, de alguns brasileiros conhecidos da torcida, como o ex-corintiano Dentinho e Taison, que também esteve na Rússia. A legião de brasileiros na Liga é grande e sempre dá o que falar

Estadão
Publicidade
Publicidade