PUBLICIDADE

Craques do futebol mundial disputam as últimas vagas na Copa do Mundo do Catar

Cristiano Ronaldo, Lewandowski, Salah, Ibrahimovic, Mané e Suárez têm presença incerta no Mundial deste ano; seleções como Itália e Portugal correm riscos

24 mar 2022 05h10
| atualizado às 12h04
ver comentários
Publicidade

A oito meses da Copa do Mundo do Catar, vários craques do futebol mundial ainda não confirmaram presença. Nomes como Cristiano Ronaldo, Robert Lewandowski, Mohamed Salah, Zlatan Ibrahimovic, Sadio Mané e Luis Suárez têm presença incerta no maior evento esportivo do mundo. A partir desta quinta-feira, algumas seleções podem dar adeus de vez ao sonho do Mundial ou seguir em frente na briga pelas últimas vagas.

Na Europa, Portugal e Itália sabem que só um dos países vai carimbar o passaporte rumo ao Catar. Liderados pelo craque Cristiano Ronaldo, maior artilheiro de seleções da história, com 115 gols, os portugueses enfrentam a Turquia, nesta quinta-feira, no Porto, em jogo único, para chegar à final da disputa por uma vaga. Esta pode ser a última chance de Ronaldo, com 37 anos, de participar de uma Copa do Mundo.

"O que tem acontecido é que sempre (a pressão) foi sinal positivo. E em jogos decisivos, Portugal deu sempre uma resposta positiva, com exceção do último confronto. A pressão é um fator positivo, não negativo", disse o técnico português Fernando Santos.

Na mesma chave, os italianos, atuais campeões europeus, apostam suas fichas no meia Jorginho para superar a Macedônia do Norte, no jogo que será realizado em Palermo e tem todos os ingressos vendidos.

Outro destaque do futebol europeu que luta por uma vaga na Copa é o atacante Gareth Bale, que tenta levar o País de Gales a um Mundial após 66 anos. Para isso, precisará superar primeiro a Áustria. O vencedor do confronto terá de aguardar até junho para enfrentar uma das duas seleções na partida final. Isso porque a partida entre Escócia e Ucrânia teve de ser adiada por causa dos conflitos que ocorrem no país do Leste Europeu, após as invasões das tropas russas.

Zlatan Ibrahimovic, aos 40 anos, foi convocado para tentar ajudar a Suécia a bater a República Checa e disputar sua última Copa, mas o veterano está suspenso. O vencedor do duelo enfrenta a já classificada Polônia, do goleador Robert Lewandowski, que venceu o prêmio de melhor jogador da Fifa de 2021. Os poloneses enfrentariam a Rússia, mas o país foi banido da participação na Copa do Mundo pela Fifa devido à guerra na Ucrânia.

Na África, os companheiros de Liverpool, Mohamed Salah e Sadio Mané, sabem que só um deles irá à Copa do Mundo. O Egito, de Salah, e o Senegal, de Mané reeditam a final da Copa Africana de Nações deste ano, vencida pelos senegaleses nos pênaltis. O jogo de ida será em solo egípcio nesta sexta-feira e a partida de volta acontecerá na próxima terça-feira.

Além de Egito e Senegal, outros quatro duelos definirão as vagas restantes para o continente africano. Camarões enfrenta a Argélia, do atacante Riyad Mahrez, destaque do Manchester City. As duas seleções ficaram fora do Mundial da Rússia, em 2018. Os três confrontos restantes são: Gana x Nigéria, RD Congo x Marrocos e Mali x Tunísia.

Na América do Sul, o Brasil, de Neymar, e a Argentina, de Lionel Messi, já estão classificados ao Mundial. Outras duas vagas estão em aberto, com uma terceira seleção disputando a repescagem. O mais próximo de ser o terceiro representante sul-americano é o Equador, que ocupa a terceira posição. O Uruguai, de Luis Suárez e Edinson Cavani, ambos de 35 anos, e o Peru, de Paolo Guerrero, de 38, estão na quarta e quinta posições, respectivamente, e se enfrentam em jogo decisivo. O ídolo do Corinthians não vai a campo por estar lesionado. Para os três atacantes veteranos, essa pode ser a última chance de disputar um Mundial.

"Hoje temos a sorte de que a classificação para a Copa do Mundo depende só de nós, tanto a partida contra o Peru quanto contra o Chile são fundamentais", disse Suárez.

O Chile, do volante Arturo Vidal, sonha com uma vaga na Copa do Mundo para encerrar com chave de ouro o período da geração mais vitoriosa de seu país. Mas, para isso, não pode perder para o Brasil, nesta quinta-feira, no Maracanã, pois ficam praticamente eliminados.

Na Concacaf, as três vagas diretas ao Mundial estão quase definidas para Canadá, Estados Unidos e México estão bem encaminhados com a classificação, ainda com três rodadas a disputar. Panamá ou Costa Rica disputam a vaga para a repescagem internacional. A seleção classificada enfrentará o representante da Oceania, em duelo que acontecerá em junho.

Um dos principais nomes do futebol inglês, o sul coreano Heung-min Son, do Tottenham, já garantiu sua seleção na Copa do Mundo. Das cinco vagas destinadas aos asiáticos, o Irã foi outro a confirmar presença no Mundial, ainda em janeiro.

A Confederação da Oceania não tem uma vaga direta na Copa, mas uma seleção ganha o direito de disputar a repescagem internacional contra a seleção classificada na Concacaf. A final está marcada para 30 de março, mas casos de covid-19 e o adiamento de jogos puseram em risco essas Eliminatórias.

A definição do sorteio da fase de grupos da Copa do Mundo está marcada para o dia 1º de abril, em Doha, às 13 horas, pelo horário de Brasília. O sorteio vai se basear no ranking de seleções que será divulgado no dia 31 deste mês. Até lá, 29 das 32 seleções participantes já terão sido definidas.

Estadão
Publicidade
Publicidade