PUBLICIDADE
Logo do

Coritiba

Meu time

Ídolo do Coritiba, Cléber Arado morre aos 47 anos vítima do novo coronavírus

Atacante com passagens por Portuguesa e Mogi Mirim não resiste após passar 34 dias internado

2 jan 2021 12h45
| atualizado em 21/1/2021 às 00h22
ver comentários
Publicidade

Ídolo do Coritiba e com passagem também pela Portuguesa, o jogador Cléber Arado morreu na manhã deste sábado aos 47 anos na capital paranaense vítima do novo coronavírus. Após 34 dias internado na UTI e uma longa série de complicações de saúde causadas pela doença, o atacante faleceu no Hospital de Reabilitação. O time paranaense decretou luto oficial de três dias pela perda.

Cléber nasceu em São José do Rio Preto, em São Paulo, em 11 de outubro de 1972, e foi revelado pelo América, da própria cidade. Como atacante, teve o grande momento da carreira pelo Coritiba no fim da década de 1990. Foram 85 jogos e 45 gols pela equipe. O principal momento foi o título do Campeonato Paranaense de 1999, quando marcou um belo gol de voleio contra o Paraná no primeiro jogo da decisão.

Cléber Arado se tornou ídolo do Coritiba principalmente pelo título estadual de 1999
Cléber Arado se tornou ídolo do Coritiba principalmente pelo título estadual de 1999
Foto: Divulgação/Coritiba / Estadão

O atacante passou também por Mogi Mirim, Portuguesa, Guarani, Ceará e times da Espanha e do Japão. Após encerrar a carreira profissional, ele fixou residência em Curitiba. Nos últimos jogos, o time alviverde entrou em campo com faixas e mensagens de apoio à recuperação do ídolo. Cléber foi internado no dia 29 de novembro e dias depois precisou ser levado à UTI, mas desenvolveu pneumonia e permaneceu nas últimas semanas em coma induzido.

Em nota oficial, o Coritiba além de decretar luto oficial por três dias, prometeu organizar um minuto de silêncio especial para o atacante no dia 6 de janeiro, quando o time estreia em 2021 diante do Goiás, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro.

Estadão
Publicidade
Publicidade