PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Róger Guedes fala sobre sintonia com a torcida do Corinthians e revela que família é gremista

Atacante não se vê como melhor jogador corintiano na temporada, mas imaginava início promissor pelo clube: 'Fruto de trabalho'

3 dez 2021 16h55
| atualizado às 16h55
ver comentários
Publicidade

Conectado com a torcida do Corinthians, tendo marcado seis dos sete gols que marcou pelo clube na Neo Química Arena, sendo três desde o retorno do público ao estádio, o atacante Róger Guedes revelou que sua família torce para o Grêmio, adversário corintiano neste domingo (5), às 16h, em Itaquera, pela 37ª rodada do Brasileirão.

Róger Guedes tem sete gols e duas assistências em 18 jogos pelo Timão (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)
Róger Guedes tem sete gols e duas assistências em 18 jogos pelo Timão (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)
Foto: Lance!

Além dos três pontos em jogo, uma vitória do Timão pode consumar o rebaixamento do Tricolor Gaúcho.

Natural de Ibirubá, cidade do interior do Rio Grande do Sul, há cerca de 1,2 mil km de distância da capital Porto Alegre, Róger, por sua vez, revelou que sempre quis vestir a camisa corintiana e, talvez por isso, exista essa sintonia entre ele e a Fiel Torcida.

- Vou ser sincero, lá atrás eu não torcia pelo Corinthians, a minha família toda é gremista até hoje mas sempre tive um carinho pelo Corinthians, e tinha o sonho de jogar no Corinthians. O meu empresário sabia disso, e eu queria vir para cá. Independentemente de qualquer coisa, estou conseguindo realizar isso jogo - afirmou o camisa 123 em entrevista coletiva virtual realizada nesta sexta-feira (3).

BOA FASE

Desde a sua chegada ao Corinthians, no fim de agosto, Róger Guedes tem 18 jogos pelo clube, todos como titular, e já é o artilheiro do clube no Brasileirão, ao lado de Jô. Ainda que tenha bons números, o atleta não se considera o craque da equipe do Parque São Jorge nesta temporada.

- Não é se considerar o melhor, acho que o grupo está muito bem. Desde a minha chegada me acolheram muito bem. Com a minha qualidade individual consigo ajudar, e se estou fazendo gols devo muito a equipe, que me dá as assistências. As vezes as pessoas não veem o trabalho lá de trás, de roubar a bola e tudo mais, mas sou privilegiado por ter jogadores que me ajudam a marcar gols lá na frente também - afirmou Guedes.

Ainda assim, o atacante não esconde que esperava ter esse retrospecto positivo logo de cara pelo Corinthians e relembra o trabalho que fez enquanto esteve parado, resolvendo pendências burocráticas com o Shandong Taishan, e sem poder atuar.

- Esperava (início promissor no Timão) pelo meu potencial e quanto eu trabalhei nos últimos meses. Foi fruto do meu trabalho lá atrás e também da ajuda dos meus companheiros, conseguimos melhorar o Corinthians. Estamos conseguindo fazer um excelente trabalho - destacou o jogador.

Por conta das restrições de entrada na China, devido a pandemia do novo coronavírus, Róger Guedes ficou de dezembro do ano passado a setembro sem jogar. No período, o empresário do jogador, Paulo Pitombeira, negociou a rescisão com o Shandong Taishan, e conseguiu fazendo com que o atacante chegasse livre de contrato ao Corinthians na segunda metade desta temporada.

Lance!
Publicidade
Publicidade