1 evento ao vivo

Luan admite fama de fominha e não se surpreende com início promissor no Corinthians

24 jan 2020
15h00
atualizado às 15h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Luan foi um dos destaques do Corinthians na goleada em cima do Botafogo-SP, na noite dessa quinta-feira, pela estreia da equipe no Campeonato Paulista. O camisa 7 marcou um gol de pênalti, mas chamou atenção mesmo pela frequente participação nas jogadas de ataque do time. Nesta sexta, o meia comentou o fato de terminar o jogo como o atleta que mais correu em campo e também a fama que tem entre os próprios companheiros de ser 'fominha'.

"Eu sempre tive bons números no Grêmio, sempre estive entre os que mais corre em campo. E o Ramiro até brinca comigo, de toda hora eu querer a bola, pedir a bola, brigar com ele… Quero participar do jogo, dar opção a meus companheiros, isso facilita para toda essa movimentação. E de prender a bola é minha característica, às vezes prendo mais, dou três ou quatro piques, a equipe abafa e eu seguro um pouco para a gente trabalhar, mas Tiago me dá total liberdade para isso", explicou.

"Essa liberdade que o Tiago me dá, é a forma como gosto de jogar, converso bastante, procuro ler o jogo. No intervalo conversamos muito, ele falou do posicionamento e eu falei da minha leitura. Importante ter liberdade de conversar com o treinador e dar nossa opinião, o Corinthians tem muito a ganhar. Importante fazer gols, mas o mais importante é poder voltar ao meu ritmo".

Já são três gols em três jogos pelo Corinthians. Torcedor assumido do clube, o jogador de 26 anos não nega estar vivendo um momento especial na carreira e na vida, e por isso não está surpreso com o bom início individual e coletivo.

"Toda criança tem um sonho, minha vontade de poder jogar pelo Corinthians eu nunca neguei, nunca neguei que era torcedor. Comecei a jogar futebol muito tarde, fui torcedor por muito tempo. Me sinto realizado de fazer gol em casa, clube que eu acompanhava 100%, quero desfrutar o máximo deste momento e dar o meu melhor sempre", avisou, sem falsa modéstia sobre o começo de temporada promissor.

"Imaginava, sei da minha capacidade, meus companheiros e treinador deram confiança. Isso é importante. A gente está retomando como equipe, caminho das vitórias, de poder jogar bem. Espero poder continuar neste ritmo, retomar, eu estava há mais tempo parado que os demais. Quero voltar logo ao 100% para ajudar o time".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade