PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Favoritar Time

Corinthians quer aliviar a folha salarial com atletas em fim de contrato e fora dos planos

Robson Bambu, Xavier e Ramiro podem puxar a fila de saídas do Timão. Mateus Vital e Léo Natel também têm futuro indefinido

1 ago 2022 - 14h52
Ver comentários
Publicidade

Mesmo tendo apresentado superávit de R$ 2 milhões no primeiro semestre, o Corinthians ainda busca fazer economias. Principalmente por conta do endividamento que segue na casa de R$ 1 bilhão. E uma estratégia para redução de despesas é se desfazer de jogadores que estão fora dos planos da comissão técnica e em fim de contrato.

Ramiro (foto) pode deixar o Corinthians e se transferir para o Santos (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)
Ramiro (foto) pode deixar o Corinthians e se transferir para o Santos (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)
Foto: Lance!

Nesse movimento, atletas que recentemente retornaram de empréstimo e outros que estão no clube, mas longe de serem primeiras opções nas suas posições, podem ter um futuro longe do Timão.

TRIO PERTO DE SAIR

Inicialmente, a saída de três jogadores está sendo trabalhada: Robson Bambu, Xavier e Ramiro.

O primeiro caso é o mais fácil para o Timão, já que o defensor está emprestado pelo Nice, da França, até o fim do ano. A ideia é que o clube alvinegro faça a devolução antes do prazo e alivie a folha salarial.

Bambu perdeu o prestígio no Corinthians por conta de falhas decisivas, como no empate contra o Always Ready, da Bolívia, na última partida da fase de grupos da Libertadores.

Com a chegada de Fabián Balbuena e o retorno do empréstimo de Bruno Méndez, que estava no Internacional, a tendência é que Robson tenha cada vez menos oportunidades no Timão.

No caso de Xavier, a ideia era negociá-lo nesta janela de transferências. Mas como o volante não tem ganho oportunidades e está com contrato no fim - se encerra em janeiro de 2023 - a diretoria corintiana admite ceder o jogador sem custos para outro clube mantendo parte dos direitos econômicos, em uma tentativa de receber algo futuramente. Equipes do Brasil monitoram o profissional.

Por fim, Ramiro não faz parte dos planos corintianos para o segundo semestre, último que ele tem contrato com o Timão. O clube, por sua vez, admite que perderá o atleta gratuitamente e, portanto, deseja emprestá-lo nesses últimos meses para aliviar a folha salarial.

Há conversas do Timão com o Santos, para que Ramiro deixe o Parque São Jorge e migre para a Vila Belmiro até o fim desta temporada.

OUTROS CASOS

Outras duas situações semelhantes a que ocorre com o trio citado é do meia Mateus Vital e o atacante Léo Natel. Ambos estavam emprestados para clubes da Europa, mas não tiveram os valores fixados para compra exercidos. Agora, a dupla está de volta ao Timão, mas não fazem parte dos planos para a sequência do ano esportivo.

A diferença é que os jogadores não estão em fim de contrato. Vital ainda tem vínculo com o Timão até o fim de 2023, enquanto Natel possui acordo até dezembro de 2024.

Dentre todas as peças em questão, Mateus Vital é visto com o maior potencial de venda. Já houve, inclusive, sondagens de equipes como Ceará e Grêmio.

A ideia é negociá-lo nesta janela para obter algum valor. Mas, diante do cenário financeiro delicado das equipes interessadas, há a possibilidade do Timão e o jogador entrarem em um acordo para romper o contrato antecipadamente e o Corinthians seguir com uma parte dos direitos do meia para um possível lucro futuro.

No caso de Léo Natel, a direção corintiana deu autonomia para os representantes do jogador atuarem no mercado em busca de um destino para o atleta. Há monitoramento de times brasileiros, mas a prioridade, no momento, é que o atacante atue na Europa.

Caso não chegue uma oferta do Velho Continente, a prioridade do estafe de Natel é que o profissional defenda um clube da Série A do Brasileirão.

O Corinthians tem até o dia 15 de agosto para firmar todas essas definições, já que essa é a data de encerramento da janela de transferências nacional.

Lance!
Publicidade
Publicidade