PUBLICIDADE
Logo do Corinthians

Corinthians

Favoritar Time

CBF decide afastar árbitros de Corinthians x Grêmio

19 set 2023 - 12h02
Compartilhar
Exibir comentários

Após admitir o erro de um pênalti não marcado a favor do Grêmio no embate do Tricolor contra o Corinthians, a CBF decidiu afastar os árbitros responsáveis da partida. O jogo terminou empatado em 4 a 4, nesta segunda-feira (18), na Neo Química Arena, em jogo atrasado da 15° rodada do Campeonato Brasileiro. O lance aconteceu já nos acréscimos do segundo tempo. A jogada poderia ter definido a vitória do time gaúcho.

Assim, o árbitro Wilton Pereira Sampaio, que estava na última Copa do Mundo, e o responsável pelo VAR, Emerson de Almeida Ferreira, passará um tempo no Programa de Assistência ao Desempenho do Árbitro (Pada). Eles serão submetidos a treinamentos teóricos e práticos para não repetirem a interpretação considerada equivocada. Enquanto isso, a dupla deve ficar fora das escalas dos próximos jogos do Brasileirão.

Wilton Pereira Sampaio era o árbitro principal de Corinthians x Grêmio –
Wilton Pereira Sampaio era o árbitro principal de Corinthians x Grêmio –
Foto: Alex Grimm/Getty Images / Jogada10

No fim da partida, o atacante Ferreirinha buscou um cruzamento, mas a bola bateu no braço de Yuri Alberto. O jogo ficou paralisado por cerca de dois minutos para análise do VAR. Após a revisão, o juiz Wilton Pereira Sampaio mandou a partida seguir. Nesta terça-feira (19), contudo, a CBF analisou a jogada e admitiu o erro.

"O atleta de nº 9, em ação de bloquei com o braço, em posição antinatural e aumentando seu espaço corporal, intercepta cruzamento à área. O bloqueio da bola com o braço, nesta ação, caracteriza infração de pênalti. Portanto, uma penalidade deveria ter sido marcada no campo de jogo. E, quando não marcada, o VAR deveria recomendar revisão para tal ação", diz a narração da CBF.

CBF divulga conversa do VAR

Aliás, após a análise da CBF, a entidade apresentou os áudios da comunicação entre o árbitro Wilton Pereira Sampaio e a equipe de arbitragem de vídeo. O juiz do VAR, Emerson de Almeida Ferreira, alega que "não há intenção" de Yuri Alberto em bloquear a bola. Seu assistente tenta mudar sua decisão, apontando que o braço do atacante corintiano está muito aberto. Mas o árbitro principal do VAR discorda.

"O jogador mesmo estando nessa posição, acho que ele está natural para essa disputa de bola, para defesa, não está com a intenção de bloquear. Para mim ele não está com a intenção de bloquear, ele está com a intenção de disputar a bola. É diferente de bloqueio. Ele está recolhendo o braço. Ele não está indo com o braço na direção da bola. Está recolhendo. Wilton, lance checado, ok. Pode jogar, o jogador está recolhendo o braço, está em posição de disputa e a bola vai na direção do seu braço", diz Emerson de Almeida Ferreira.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade