PUBLICIDADE

Sócrates estaria orgulhoso de Vini Jr por um prêmio mais importante que a Bola de Ouro

Craque do Real Madrid recebe honraria que homenageia ídolo corintiano como reconhecimento pela luta contra o racismo

30 out 2023 - 18h54
Compartilhar
Exibir comentários
Vinicius Jr. recebe o Prêmio Sócrates em Paris
Vinicius Jr. recebe o Prêmio Sócrates em Paris
Foto: Getty Images

“Se as pessoas não tiverem o poder de dizer as coisas, eu vou dizer por elas.” A frase clássica do Doutor Sócrates, lendário jogador que marcou época com a Democracia Corinthiana, se aplica perfeitamente a Vinicius Junior. Em sua cruzada contra o racismo, o atacante do Real Madrid e da seleção brasileira faz algo parecido com que Magrão fazia nos anos 1980: diz as coisas que muitas pessoas não podem dizer.

Nesta segunda-feira, em Paris, ele faturou o Prêmio Sócrates, criado pela revista France Football em homenagem ao ídolo do Corinthians para reconhecer atletas envolvidos em projetos sociais. Vini Jr. foi premiado pelo trabalho à frente de seu instituto, que oferece acesso ao esporte e capacitação tecnológica a crianças do bairro onde nasceu, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

Por tabela, o prêmio também enaltece o engajamento antirracista do atacante, tanto que ele foi incentivado pelo anfitrião Didier Drogba a utilizar o palco para um pronunciamento em favor da causa. “É chato ter que falar sobre racismo, mas estou preparado para poder falar sempre quando for necessário. Vou lutar para que as crianças do futuro venham a sofrer menos”, discursou.

Sócrates certamente estaria orgulhoso de ver Vini Jr. receber um prêmio que leva seu nome. Um prêmio, diga-se, mais importante que a Bola de Ouro ou qualquer troféu por desempenho individual. Na corrida pela premiação de melhor do mundo, o jogador brasileiro acabou em sexto lugar. Já no The Best da Fifa, inacreditavelmente, ele nem sequer apareceu entre os 12 indicados.

Vinicius se tornou um dos principais jogadores em atividade no mundo. O que tem jogado na Europa com a camisa do Real Madrid não deixa dúvida. Mas é inevitável que sua brava resistência diante do racismo escancarado dos europeus, sobretudo na Espanha, gere rejeição e atrapalhe o reconhecimento de seus feitos nos gramados.

Pelo menos no campo político, o Prêmio Sócrates faz jus ao esforço social que Vini Jr. empreende em torno da causa antirracista. Mesmo que não seja eleito melhor do mundo um dia, ele já tem seu nome marcado na história por, tal qual o homenageado Doutor, dizer as coisas que poucos jogadores têm coragem de dizer.

Fonte: Breiller Pires Breiller Pires é jornalista esportivo e, além de ser colunista do Terra, é comentarista no canal ESPN Brasil. As visões do colunista não representam a visão do Terra.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade