3 eventos ao vivo
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Nova lista de Tite: qual o prejuízo dos clubes brasileiros?

18 set 2019
11h00
  • separator
  • 0
  • comentários

A Seleção brasileira será convocada, nessa sexta (20), no Rio, para dois amistosos em outubro (dia 10, contra Senegal, e dia 13, com a Nigéria) e a nova lista do técnico Tite está cercada de expectativa. A principal dúvida é se ele vai deixar fora os jogadores que atuam em clubes brasileiros, num momento de definição da principal competição do País.

Os jogos com os africanos serão realizados em Cingapura e são encarados pela comissão técnica da Seleção como parte importante de uma das etapas de preparação visando à Copa do Mundo de 2022, no Catar. Esse é o discurso de praxe, embora, muitos torcedores estejam cansados de saber que amistosos com adversários de pouca expressão, como é o caso agora, não acrescentam nada à equipe cinco vezes campeã mundial.

Nessas horas que antecedem à convocação, Tite deve estar montando um quebra-cabeça. Tem consciência de que pode sofrer ataques dos clubes se quiser levar alguns de seus jogadores para a excursão da Seleção.

No período de 8 a 15 de outubro, quando os jogadores selecionados vão ficar envolvidos com os amistosos, vários times com objetivos claros no Brasileiro entrarão em campo duas vezes. Com base nas últimas convocações e nos nomes cotados para integrar a Seleção, confira as partidas em que clubes podem sofrer desfalques por causa desses dois jogos do Brasil:

CSA x Internacional (dia 9)
Grêmio x Ceará (dia 9)
Bahia x São Paulo (dia 9)
Santos x Palmeiras (dia 9)
Corinthians x Athletico-PR (dia 9)
Flamengo x Atlético-MG (dia 9)
Palmeiras x Botafogo (dia 12)
Internacional x Santos (dia 13)
Athletico-PR x Flamengo (dia 13)
São Paulo x Corinthians (dia 13)
Atlético-MG x Grêmio (dia 13)

Flamengo, Palmeiras e Santos disputam as primeiras posições do Brasileiro, enquanto Internacional, Corinthians e São Paulo ainda sonham em alcançar a liderança. O Grêmio reagiu bem nas últimas rodadas e quer, ao menos, se garantir entre os seis melhores para voltar a jogar a Libertadores em 2020. Atlético-MG e Athletico-PR também têm o mesmo objetivo do Tricolor gaúcho.

Veja também

As pessoas que arriscam a vida em busca da riqueza em minas de jade em Mianmar

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade