PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Favoritar Time

Ex-jogador Richarlyson revela bissexualidade em podcast

24 jun 2022 - 10h45
Ver comentários
Publicidade

Em entrevista ao podcast "Nos Armários dos Vestiários, o ex-jogador Richarlyson se tornou o primeiro jogador com passagens pela Série A e pela Seleção Brasileira a se assumir bissexual.

"A vida inteira me perguntaram se sou gay. Eu já me relacionei com homem e já me relacionei com mulher também. Só que aí eu falo hoje aqui e daqui a pouco estará estampada a notícia: 'Richarlyson é bissexual'. E o meme já vem pronto. Dirão: 'Nossa, mas jura? Eu nem imaginava'. E o mais importante, que é a questão da homofobia, não vai mudar. Infelizmente, o mundo não está preparado para ter essa discussão e lidar com naturalidade com isso", afirmou.

Durante os quase 20 anos de carreira como jogador profissional, Richarlyson diversas vezes foi questionado sobre sua sexualidade. Na passagem vitoriosa pelo São Paulo, o atleta chegou a receber diversos comentários por parte da torcida, sendo até ignorado no momento em que era anunciada a escalação no estádio.

"Eu não queria ser pautado por causa da minha sexualidade, de eu ser bissexual. Eu queria que as pessoas me vissem como espelho por tudo aquilo que conquistei dentro do meu trabalho. Eu nunca coloquei a minha sexualidade à frente do meu trabalho, e nunca faria isso. E eu não estou falando isso agora porque parei de jogar. Muita gente maldosa vai falar isso, que eu falei agora porque não jogo mais. Não. Eu nunca falei porque não era a minha prioridade", disse.

No currículo, o meio-campista ostenta uma Copa São Paulo, três Estaduais, três Brasileiros consecutivos, uma Libertadores e um Mundial. Além disso, foi convocado para a Seleção Brasileira em 2008, onde atuou em duas partidas.

O ex-jogador acredita que as críticas recebidas por uma eventual falha foram desproporcionais e que conquistar uma vaga no time titular sempre era mais difícil do que em relação aos outros atletas.

"Todo dia eu tinha que mostrar algo diferente, e isso sempre falei. Um erro meu era peso cinco. (As pessoas) me atacavam mesmo, parecia uma matilha de lobos. E eu sabia, nunca fui craque, nunca fui tecnicamente incrível, mas era inteligente de saber o que eu poderia fazer para sempre estar à frente dos demais", disse.

"Eu voltava uma semana antes das férias, porque eu corria na ladeira por uma vaga no time, enquanto os outros estavam no plano. Eu chegava voando na pré-temporada. Na hora que os caras assustarem, eu já fiz cinco bons jogos, e aí não teria motivo para me tirar do time", completou.

Richarlyson confirmou também que apenas sua mãe sabia sobre sua sexualidade.

"Só falei abertamente com a minha mãe sobre a minha sexualidade. Meu pai (o ex-atacante Lela) e meu irmão (o atacante Alecsandro) vão saber pelo podcast. Nada jamais foi questionado, nunca me olharam torto na vida por nada que eu tivesse feito", admitiu.

Durante sua passagem pelo Atlético-MG, Richarlyson chegou a ter um breve romance com Letícia Carlos. Na época, a modelo afirmou que a distância e a rotina intensa do jogador atrapalharam o relacionamento, que durou cerca de três meses.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade