1 evento ao vivo

Emocionado, Júlio César relembra 2010 e avisa: faltam três

28 jun 2014
16h08
atualizado às 16h36
  • separator
  • 0
  • comentários

Júlio César foi o herói da classificação dramática da Seleção Brasileira contra o Chile. O goleiro defendeu dois pênaltis, e ao fim da partida relembrou o sofrimento e a pressão que sentiu em 2010, quando o Brasil foi eliminado pela Holanda nas quartas de final e ele sai como grande culpado.

<p>Júlio agradece confiança e diz que seu tempo na Seleção não acabou</p>
Júlio agradece confiança e diz que seu tempo na Seleção não acabou
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"Só Deus e minha família sabem o que eu passei", destacou em entrevista ao Sportv. Muito emocionado, ele agradeceu pela confiança dos companheiros e avisou: "já foram quatro degraus, faltam só três".

Humilde, ele foi eleito o "homem do jogo" pela Fifa, mas não quer o título de herói. Júlio chorou antes mesmo do início da disputa de pênaltis, e após garantir a vaga brasileira nas quartas de final da Copa do Mundo, o goleiro disse que espera repetir o choro em 13 de julho, na grande final do Mundial, e por felicidade: "sou emotivo".

Sobre a partida, Júlio destacou que o Brasil fez um bom primeiro tempo e criou oportunidades, mas após o gol de empate o Chile dificultou o jogo. "Só podemos agradecer ao público, que compareceu ao Mineirão, e aos meus companheiros que estão acreditando sempre". 

Homem de confiança de Felipão, Júlio colocou o título como seu grande sonho e garantiu que seu tempo na Seleção não acabou. "Psicologicamente e emocionalmente é muito difícil falar, é muita pressão por estar em casa, mas graças a Deus deu tudo certo no fim".

Ouça as principais músicas do Mundial:

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade