0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

Constrangido, Del Nero não diz se vai ao Chile com a Seleção

Friedemann Vogel / Getty Images
17 set 2015
12h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, se esquivou de dizer se vai para Santiago acompanhar a estreia do Brasil nas Eliminatórias da Copa 2018,  contra o Chile, no dia 8 de outubro. Ao lado do técnico Dunga, que anunciou na manhã desta quinta (17) a convocação da Seleção Brasileira para os dois primeiros jogos da equipe no torneio classificatório, Del Nero foi abordado sobre suas seguidas ausências de compromissos internacionais pela CBF e reagiu demonstrando um certo incômodo.

"Nós estamos tratando aqui da convocação da Seleção Brasileira. Em um momento oportuno, falarei sobre esse assunto. Neste instante, não vamos falar disso", disse, diante de um auditório lotado de jornalistas, muitos dos quais estrangeiros, no prédio da CBF, no Rio.

Se Del Nero não for ao Chile estará se ausentando pela nona vez de compromissos internacionais pela CBF desde que o FBI (a polícia federal dos EUA) deflagrou em 27 de maio operação que resultou na prisão de sete dirigentes da alta cúpula do futebol mundial, entre eles o braço direito de Del Nero, o ex-presidente da CBF José Maria Marin. Todos estão envolvidos em crime de corrupção, segundo a justiça americana.

Del Nero nega cobrança de taxas por parte da CBF em eventos

O presidente da CBF faltou a três eventos da Fifa, dois da Confederação Sul-Americana (Conmebol), não foi à Copa América e não prestigiou amistosos da Seleção Brasileira no exterior. Por causa disso, o Brasil corre o risco de perder a sua representação na Fifa como membro da Conmebol. Depois da estreia contra o Chile, a Seleção vai enfrentar a Venezuela no dia 13, em Fortaleza.

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade