7 eventos ao vivo
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

CBF desafia clubes brasileiros com convocações para Seleções

20 set 2019
12h38
  • separator
  • 0
  • comentários

No dia em que três Seleções brasileiras foram convocadas para compromissos diversos, fica no ar a impressão de que a CBF dá aval ao esvaziamento da principal competição do País, organizada pela própria entidade. Talvez isso explique porque o técnico Tite, por exemplo, mudou seu critério da convocação anterior – de chamar no máximo um jogador por clube do País – e agora resolveu relacionar dois atletas do Flamengo e outros dois do Grêmio, para amistosos com Senegal (dia 10 de outubro) e Nigéria (dia 13).

Guilherme Della Déa (Sub-17), Tite (principal) e André Jardine (Olímpica)
Guilherme Della Déa (Sub-17), Tite (principal) e André Jardine (Olímpica)
Foto: Pedro Martins / MoWA Press

Ao expor esses atletas - Rodrigo Caio e Gabigol, do time carioca, e Matheus Henrique e Éverton Cebolinha pelos gaúchos - a uma longa e desgastante viagem para Cingapura, local dos amistosos, Tite desconsiderou que Flamengo e Grêmio vão decidir, ainda em outubro, uma vaga à final da Libertadores.

Além disso, sua decisão vai desfalcar esses times por duas rodadas do Campeonato Brasileiro, do qual o Flamengo é o líder e o Grêmio tenta se aproximar dos primeiros para garantir sua presença na Libertadores de 2020, caso não conquiste o título desta competição neste ano.

“É desafiador. Procuro ter bom senso e olhar todos os lados. Tem uma lógica, que é não prejudicar ninguém”, declarou Tite.

Ainda na seleção principal, Weverton (Palmeiras), Santos (Athletico-PR) e Daniel Alves (São Paulo) estão na lista de Tite para enfrentar as duas equipes africanas.

Antes de Tite anunciar os 23 convocados, o técnico da Seleção Sub-17, Guilherme Dalla, divulgou os nomes dos jogadores que vão disputar o mundial da categoria, a partir de outubro, no Brasil. Na relação dele, constam, entre outros, Talles Magno, do Vasco, e Reinier, do Flamengo. Os dois vêm sendo aproveitados no Brasileiro e vão ficar fora dos seus clubes por dez rodadas do campeonato.

“Não entra na minha cabeça um pedido de desconvocação do Vasco”, disse o coordenador de base da CBF, o ex-jogador Branco, referindo-se à inclusão de Talles Magno na lista. Já Guilherme Dalla fugiu à pergunta sobre eventuais pedidos de liberação.

Por último, já no final da manhã desta sexta, quem estava no auditório da CBF, no Rio, também presenciou a convocação da seleção olímpica, que vai fazer dois amistosos, em outubro (dia 10, com a Venezuela, e dia 14, contra o Japão), ambos em Recife.

Vários jogadores da lista do técnico André Jardine são muito importantes para seus clubes e vão desfalcá-los por pelo menos uma rodada do Brasileiro: Caio Henrique e Allan (Fluminense), Bruno Guimarães (Athletico-PR), Felipe Jonatan (Santos), Pedrinho (Corinthians), Antony (São Paulo) e Bruno Fuchs (Internacional). O grupo também vai contar como goleiro Guga, do Atlético-MG.

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade