PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul
Logo do Botafogo

Botafogo

Favoritar Time

Ao ser questionado por Romário em CPI se pretende vender o Botafogo, Textor afirma: "Pergunta estúpida"

Textor foi foi questionado por Romário durante a CPI da Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas (CPIMJAE).

22 abr 2024 - 21h01
(atualizado às 21h01)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Esporte News Mundo

Durante sua audiência na CPI da  Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas (CPIMJAE), John Textor, acionista majoritário da SAF do Botafogo, foi questionado por Romário, senador responsável pela sessão, se ele tem vontade de vender o Alvinegro no futuro.

Textor foi convidado ao senado após fazer acusações sobre possíveis manipulações de resultados no futebol brasileiro. Após ser questionado pelo ex-atacante da seleção brasileira, o norte-americano se defendeu e reafirmou seu carinho pelo clube.

Com todo o respeito, essa é a pergunta mais estupida que poderia existir- Afirmou John Textor.

- Com todo o respeito, essa é a pergunta mais estúpida que poderia existir. Se eu quisesse vender a minha participação (no Botafogo), eu não estaria dizendo essas coisas ruins que estão fazendo aqui (no Brasil), não estaria falando de corrupção. Eu nunca venderia um negocio dessa forma. Tenho sido o mais transparente possível. Tenho divulgado a nossa renda aqui… Nossa renda saiu de 50 milhões de dólares em 2022 e estamos com 75 milhões de dólares um ano e meio depois. Tem sido muito bom comercialmente para a gente também. Convido a todos que venham para o brasil para o programa SAF, mas em vez disso eu passo a ser processado, perseguido e denunciado. Isso não tem sido convidativo. No rádio, em 2022, as pessoas estavam me atacando, eu amo a família Botafogo, mas eu recebo um suporte imenso pelo Botafogo e pessoas de outras equipes. Acho incrível. uma lição que aprendi no Brasil, mas dizer que estou usando isso para vender a minha participação no Botafogo, isso acaba sendo incoerente e imaginativo - disse John Textor.

Depois da realização da sessão pública, Textor e os senadores terão um reunião secreta. Neste momento, o empresário americano apresentará as evidências e dar nomes de supostos jogadores envolvidos em jogos manipulados nas duas últimas edições dos campeonatos brasileiros.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade