PUBLICIDADE

Clint Capela: "Rockets desistiu muito rápido de mim"

Pivô do Hawks liderou a NBA em 2020-21 com 14.3 rebotes por partida

27 jun 2021 16h41
| atualizado em 28/6/2021 às 17h50
ver comentários
Publicidade

O Houston Rockets surpreendeu, no meio da temporada passada, quando desistiu do pivô Clint Capela e o negociou com o Atlanta Hawks para ter o ala-pivô Robert Covington. Na época, o time texano apostou em jogar o resto daquela campanha sem um pivô de origem, utilizando PJ Tucker improvisado na função. Capela, lesionado, não atuou pelo Hawks em 2019-20 e fez sua estreia pela equipe apenas em dezembro do ano passado. Finalista da conferência Leste, o suíço acredita que o Rockets não acreditou em seu basquete.

Atlanta Hawks v Minnesota Timberwolves
Atlanta Hawks v Minnesota Timberwolves
Foto: Jordan Johnson/AFP / Jumper Brasil

"Eu sinto que o Rockets desistiu muito rápido de mim", afirmou Capela, em entrevista ao jornalista Joe Vardon, do site The Athletic. "Acho que eu poderia ter contribuído por mais tempo, mas as coisas mudam. A mentalidade em Atlanta é diferente. As pessoas não esperam que a gente vença".

De fato, o início da campanha do Hawks foi muito ruim. Nos primeiros 34 jogos, o time contabilizava apenas 14 vitórias e ocupava o 11° lugar da conferência Leste. O técnico Lloyd Pierce foi demitido no dia 1° de março e, em seu lugar, o assistente Nate McMillan assumiu. O Hawks venceu 27 das 38 partidas restantes e terminou na quinta posição. Nos playoffs, a equipe superou o New York Knicks e, em seguida, passou pelo Philadelphia 76ers, de Joel Embiid, líder na fase regular.

"O que eu gosto desse time é que sempre ganhamos das apostas", disse. "As pessoas não esperam que a gente consiga fazer isso. As pessoas seguem duvidando de nós e seguimos chocando elas. Em Houston, era sempre uma mentalidade de brigar pelo título todo ano, então era quase que obrigatório vencer todos os jogos".

Em seu primeiro ano, de fato, em Atlanta, Capela liderou a NBA em rebotes, com 14.3 por noite e, ainda, produziu 15.2 pontos, 2.0 bloqueios e converteu 59.4% dos arremessos.

Jumper Brasil
Publicidade
Publicidade