PUBLICIDADE

Chris Paul jogará Olimpíadas pelos EUA, Curry está fora

Astro do Suns, além de Khris Middleton e Kevin Love, aceitam convite para jogar em Tóquio; Curry e Donovan Mitchell recusam convite

22 jun 2021 14h56
ver comentários
Publicidade

O elenco da seleção dos EUA está quase finalizado para tentar a conquista da quarta medalha de ouro olímpica consecutiva. Segundo Adrian Wojnarowski (ESPN) e Shams Charania (do site The Athletic), mais três jogadores de destaque na NBA aceitaram o convite para defender o time norte-americano em Tóquio e dois astros declinaram a convocação: Chris Paul, Kevin Love e Khris Middleton estarão no elenco das Olimpíadas, enquanto Stephen Curry e Donovan Mitchell estão fora da competição.

Chris Paul, armador do Suns
Chris Paul, armador do Suns
Foto: Christian Petersen / AFP / Jumper Brasil

Os três mais novos integrantes do USA Team unem-se a outros oito atletas que já se comprometeram a vestir o uniforme da seleção no maior evento esportivo do planeta: os armadores Damian Lillard e James Harden, os alas-armadores Bradley Beal e Devin Booker, os alas Jayson Tatum e Kevin Durant, o ala-pivô Draymond Green e o pivô Bam Adebayo. Com isso, só restaria uma vaga ainda aberta no elenco para a disputa do torneio mundial.

Curry tende a ser o nome mais importante que realmente considerou o convite, não o recusou prontamente, mas acabou por não aceitá-lo. O técnico Steve Kerr revelou que, após uma temporada extremamente dura, o veterano não pôde abrir mão de meses de descanso. "Acho que faz muito sentido que peça para ser dispensado: Stephen acumulou tantas demandas, jogou tão duro e já possui 33 anos. Precisa de repouso e merece esse verão com sua família", contou o treinador, em entrevista à rede NBC Sports.

Já Mitchell fica fora da lista por uma questão física: ele atuou nas semifinais do Oeste, contra o Los Angeles Clippers, com uma lesão no tornozelo direito e vai usar a offseason para recuperar-se da lesão.

Os três novos nomes já possuem experiência internacional com a seleção dos EUA, mas com amplitudes diferentes. Paul viajará para Tóquio em busca de sua terceira medalha de ouro olímpica (Pequim-2008 e Londres-2012) e possui um título mundial (2006). Love também foi medalhista de ouro em Londres, além de possui o título mundial de 2010 no currículo. Middleton, por sua vez, fez parte da campanha fracassada do USA Team na Copa do Mundo FIBA de 2019.

O torneio de basquete masculino das Olimpíadas de Tóquio será realizado entre os dias 25 de julho e 07 de agosto, com os norte-americanos tentando estender sua soberania e conquistar a 16a medalha de ouro de sua história. A convocação do técnico Gregg Popovich deve ser oficializada em pouco mais de uma semana. A seleção dos EUA está no grupo A da competição, ao lado de Irã, França e o vencedor do Pré-Olímpico que vai ser disputado em Victoria, no Canadá.

Jumper Brasil
Publicidade
Publicidade