PUBLICIDADE
Logo do

Bahia

Meu time

Sport vence e joga o São Paulo para a zona de rebaixamento

Clube venceu o Bahia por 1 a 0 no estádio de Pituaçu, em Salvador, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro

1 ago 2021 20h13
| atualizado às 20h43
ver comentários
Publicidade

O Sport conquistou uma importante vitória no Campeonato Brasileiro neste domingo. Visitando o Bahia, no estádio de Pituaçu, em Salvador, pela 14ª rodada da competição, o time de recife foi inferior aos donos da casa ao longo dos 90 minutos, mas conseguiu chegar ao gol aos 43 minutos do segundo tempo com Mikael para garantir o triunfo por 1 a 0. 

Com o resultado, o Sport saiu da zona de rebaixamento do Brasileirão, jogando o São Paulo de volta para o grupo dos quatro últimos colocados no torneio. O Bahia, por sua vez, perdeu a chance de encostar no G6.  

Sport vence o Bahia por 1 a 0
Sport vence o Bahia por 1 a 0
Foto: Jhony Pinho/Gazeta Press

O jogo - o primeiro tempo foi agitado em Pituaçu. Logo no primeiro minuto de jogo o Bahia conseguiu chegar com perigo. Nino Paraíba desceu pela direita e cruzou na cabeça de Gilberto, que arrematou para fora. Depois, o atacante do Tricolor de Aço aproveitou a sobra de uma bola mal rebatida pela zaga do Sport, batendo de primeira, dentro da área, por cima do gol.

O Sport respondeu com André, que recebeu bom passe de Thiago Lopes para soltar a bomba, de dentro da área, mas faltou mira para o atacante rubro-negro. Mais tare foi a vez de Zé Welison tentar abrir o placar, em chute de longa distância, mas o goleiro Danilo Fernandes fez a defesa.

O jogo era lá e cá. O Bahia voltou a agredir os visitantes com Patrick de Lucca e Daniel, mas ambos também acabaram pecando na conclusão. Faltava mira para o Tricolor de Aço, enfim, abrir o placar. O Sport, por sua vez, carimbou a trave com Paulinho Moccelin, em chute da entrada da área.

Antes do intervalo, Gilberto ainda teve mais uma oportunidade para colocar o Bahia à frente no placar. Patrick fez cruzamento rasteiro, e o atacante tricolor apareceu para completar para o gol. Porém, no meio do caminho, a bola acabou desviando em Maílson, salvando o Sport da desvantagem.

Segundo tempo

O Sport voltou ligado para a etapa complementar e criou uma ótima chance logo aos seis minutos. Thiago Lopes tabelou com Everaldo e tentou acionar Zé Welison em posição privilegiada, mas Matheus Bahia chegou na hora "h" para fazer o corte.

Os donos da casa responderam com Rossi, que perdeu uma oportunidade incrível dentro da área, mandando para fora. O festival de gols perdidos continuou com Conti. O zagueiro do Bahia foi mais um a concluir dentro da pequena área, mas a bola foi por cima do travessão.

Daí em diante o Bahia continuou melhor no jogo, mas passou a ter mais dificuldades para agredir o Sport de forma mais clara. Mantendo a posse de bola, a equipe comandada por Dado Cavalcanti apostava principalmente nas jogadas pela direita, porém, mesmo com as substituições feitas ao longo do segundo tempo, não conseguiu converter.

Como o diz o ditado, quem não faz, toma. E foi exatamente isso o que aconteceu nos últimos minutos de jogo. Aos 43, Paulinho Moccelin acionou Hayner pela direita, que, por sua vez, cruzou na cabeça de Mikael, que completou para o fundo das redes, sem chance para Danilo Fernandes, garantindo a importante vitória no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 0 X 1 SPORT

Local: estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)

Data: 1 de agosto de 2021, domingo

Horário: 18h15 (de Brasília)

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Gol: Mikael, aos 43 do 2ºT (Sport)

Cartões amarelos: Patrick de Lucca, Rossi (Bahia); Mikael, Juba, Tréllez (Sport)

BAHIA: Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Maycon Douglas), Jonas (Matheus Galdezani) e Daniel; Rodriguinho (Ronaldo César), Rossi (Óscar Ruíz) e Gilberto.

Técnico: Dado Cavalcanti.

SPORT: Maílson; Hayner, Rafael Thyere, Sabino e Chico; José Welison, Ronaldo Henrique e Thiago Lopes (Juba); Everaldo (Tréllez), Paulinho Moccelin e André (Mikael).

Técnico: Umberto Louzer.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade