0

Que fase! Binotto fica parado na estrada e tem Alfa Romeo guinchada perto de Maranello

Nada é tão ruim que não possa piorar. No caso do chefe da Ferrari, Mattia Binotto, a semana começou com problemas no carro de rua e espera pela chegada de um guincho

29 set 2020
07h55
atualizado às 07h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Mattia Binotto, de camisa branca, precisou de um guincho para recolher sua Alfa Romeo
Mattia Binotto, de camisa branca, precisou de um guincho para recolher sua Alfa Romeo
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

2020 realmente não parece ser o ano de Mattia Binotto, chefe da Ferrari na Fórmula 1. Além de lidar com um desempenho tenebroso nas pistas, o dirigente começou a semana esperando para ter o carro guinchado nas redondezas de Maranello.

A infelicidade de Binotto foi registrada por transeuntes. A Alfa Romeo Quadrifoglio do dirigente ficou parada na beira da pista por motivo ainda desconhecido - possivelmente por acidente ou por falha mecânica.

Foi só após alguma espera que o guincho surgiu em Reggio de l'Emilia, por volta de 30km distante de Maranello.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A infelicidade aconteceu no fim da tarde de segunda-feira. Binotto recém tinha retornado do GP da Rússia, em Sóchi. Na ocasião, a Ferrari voltou a sofrer: mesmo que sem um rendimento tão terrível quanto o visto em semanas anteriores, a equipe só pontuou com Charles Leclerc, sexto. Sebastian Vettel se arrastou do começo ao fim e foi apenas 13°.

A equipe segue apenas em sexto no Mundial de Construtores, que se encaminha para ser o pior resultado na F1 em 40 anos. São 74 pontos, com rivais como McLaren, Racing Point e Renault já fora de alcance.

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade