1 evento ao vivo

"Morte súbita": McLaren diz que problema com pneu de Sainz na Inglaterra veio "sem aviso"

Faltando duas voltas para o fim do GP da Inglaterra, o pneu esquerdo dianteiro de Carlos Sainz estourou. Muitos pontos foram embora, mas a McLaren afirma que o problema que foi impossível prever o problema

3 ago 2020
13h40
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Um estouro de pneu nas voltas finais fez Carlos Sainz terminar em 13º
Um estouro de pneu nas voltas finais fez Carlos Sainz terminar em 13º
Foto: McLaren / Grande Prêmio

Carlos Sainz rodava em quarto no GP da Inglaterra do último domingo (2) quando o pneu dianteiro esquerdo de sua McLaren estourou. Ele conseguiu ainda ir aos boxes e retornar para a pista, mas a zona de pontuação se tornou inalcançável, fechando a prova em 13°.

Era um problema possível de ser evitado? Para a McLaren, a questão é que nenhum indício de que isso poderia ocorrer surgiu durante a prova. Foi o que disse Andreas Seidl, chefe de equipe dos laranjas.

"Carlos nos reportou algumas vibrações no começo da prova, com os pneus duros, mas nada extraordinário. Foi uma morte súbita do pneu, e claro que algo muito desapontador para todos do time e especialmente para Carlos", disse Seidl.

"Mas, claro, acontece. É importante olharmos para as coisas positivas do dia, aprender com o que não foi o ideal, melhorar semana que vem. Não havia sinais de um problema com o pneu vindo. A gente sabia que teria que gerir os pneus, mas nada de nossa parte indicava o problema, nem por parte da Pirelli. E vários carros passaram por isso. Só não podemos concluir nada de imediato", continuou.

Carlos Sainz e o estouro do pneu
Carlos Sainz e o estouro do pneu
Foto: AFP / Grande Prêmio

O próprio Sainz comentou a situação: "Estava cuidando muito dos pneus durante a corrida, eu sabia que seria apertado para mantê-los inteiros. E, bom, tão apertado que não deu, eu tive aquele furo. Em geral, acho que a sorte não está comigo nas primeiras provas do ano. Hoje nós perdemos muitos pontos, estou bem desapontado. Ao mesmo tempo, não posso ser tão duro comigo ou com o time, tudo ia muito bem até duas voltas antes do fim."

O próximo teste dos pneus será na mesma Silverstone, no próximo final de semana, com o GP dos 70 Anos da Fórmula 1.

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade