3 eventos ao vivo

"Melhor e mais preparado", Hülkenberg dá "grande sorriso" por 3º lugar no grid

O alemão foi o melhor da classificação do GP dos 70 Anos fora a dupla da Mercedes. Substituto de Sergio Pérez, o piloto espera uma prova complicada pela readaptação à F1

8 ago 2020
11h42
atualizado às 12h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Nico Hülkenberg ganhou nova chance na Racing Point e ficou em 4º no TL1
Nico Hülkenberg ganhou nova chance na Racing Point e ficou em 4º no TL1
Foto: Racing Point / Grande Prêmio

Nico Hülkenberg foi um dos grandes nomes da classificação do GP dos 70 Anos deste sábado (8). Em Silverstone, o alemão foi mais rápido que Lance Stroll consistentemente e, no Q3, cravou a terceira marca, igualando a melhor posição de largada da Racing Point em 2020. Hülk virou 1min26s082, 0s928 atrás do pole Valtteri Bottas. Stroll sai em sexto.

Feliz da vida na entrevista pós-classificação, Hülkenberg destacou como se preparou melhor para a classificação do que na semana passada, no GP da Inglaterra. O alemão, que substitui Sergio Pérez, que testou positivo para coronavírus, ainda falou do erro que cometeu no Q2 e que quase custou a vaga na definição da pole.

"Foram sete ou oito dias loucos! Semana passada foi bem extrema mesmo, uma expectativa grande para voltar e aí não larguei. Só que essa semana eu me senti bem melhor no carro, muito mais preparado. A classificação ainda foi dura, compliquei minha vida no Q2, fiquei com bastante medo de ter danificado o carro ali. Q3 ali foi só pisar fundo, dar tudo de mim, meio surpreso com a colocação. Mas um sorriso grande no rosto e respeito pela corrida de amanhã", disse.

Nico Hülkenberg foi cumprimentado pelos rivais após a classificação
Nico Hülkenberg foi cumprimentado pelos rivais após a classificação
Foto: AFP / Grande Prêmio

No entanto, o alemão espera uma prova dura, sentindo a falta de ritmo, mas vai atrás do melhor resultado possível.

"Com certeza amanhã vai ser complicado, não tive a experiência da semana passada e nem o contato com a largada, com tudo. Mas vamos fazer o que der, vou tentar aprender tudo rápido e manter o carro no lugar em que ele merece estar", completou.

É a melhor posição de largada de Hülkenberg desde o GP da Áustria de 2016, quando partiu de segundo. O alemão não disputa uma corrida desde Abu Dhabi, em 2019. Na semana passada, não passou para o Q3 e sequer conseguiu largar por problemas no carro.

A largada do GP dos 70 Anos da Fórmula 1 está marcada para 10h10 (de Brasília) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL.

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade