PUBLICIDADE

Marko se desculpa por negar brake test de Verstappen em Jedá: "Informação que tinha"

Helmut Marko fez um raro pedido de desculpas e disse que ao acusar Lewis Hamilton de ter calculado mal na disputa na Arábia Saudita apenas usou as informações que tinha disponíveis naquele momento

8 dez 2021 07h27
ver comentários
Publicidade
O polêmico incidente que envolveu Max Verstappen e Lewis Hamilton em Jedá
O polêmico incidente que envolveu Max Verstappen e Lewis Hamilton em Jedá
Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

A GRANDE FINAL DA F1, VERSTAPPEN x HAMILTON: QUEM SERÁ CAMPEÃO? | Paddock GP  #271

Consultor da Red Bull, Helmut Marko pediu desculpa por negar que Max Verstappen tenha feito um brake test com Lewis Hamilton no GP da Arábia Saudita. O austríaco alegou que, ao acusar do piloto da Mercedes de ter calculado mal durante entrevistas com as emissoras de TV, apenas usou as informações que dispunha no momento.

Perto do fim da corrida, Hamilton tentou passar, mas Verstappen espalhou e forçou o #44 a recolher o carro. Como o holandês tinha saído da pista, a Red Bull orientou o piloto a entregar a posição "estrategicamente". Max, então, ficou no centro da pista e diminuiu o ritmo. Com a falta de espaço, Lewis tocou a traseira da Red Bull e quebrou um pedaço da asa dianteira.

DECISÃO DA FÓRMULA 1 2021

Helmut Marko fez um raro pedido de desculpas (Foto: Lars Baron/Red Bull Content Pool/Getty Images)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Verstappen cedeu a posição pouco depois, mas deu o troco no britânico e manteve a liderança. Lewis, contudo, conseguiu a ultrapassagem e garantiu a vitória, o que resultou em um empate no Mundial de Pilotos.

Em meio à polêmica, o dirigente de 78 anos acusou a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) de ser parcial e alegou que Verstappen é "punido assim que mostra os dentes". Além disso, falando à emissora alemã Sky, Marko foi firme ao negar o brake test.

"Primeiro, podemos rebater esse suposto brake test com o qual Hamilton estava tão irritado. Quase nunca vi algo tão estranho. Não há nenhuma mudança na pressão dos freios nos nossos dados. Hamilton apenas calculou mal. Aí recebemos uma punição e os pneus de Max ficaram danificados com dois grandes cortes. Tivemos de ficar felizes apenas por cruzar a linha de chegada", declarou.

Agora, contudo, Helmut aliviou as criticas, já que a entidade máxima do esporte considerou que o Verstappen freou de uma maneira súbita e significativa.

"No momento da entrevista na televisão, eu passei adiante exatamente a informação que tinha recebido anteriormente dos engenheiros", disse Marko ao canal alemão Sport1. "Aquilo, obviamente, não estava correto, então lamento", seguiu.

Com os dois pilotos empatados na decisão de Abu Dhabi deste fim de semana, Marko assegurou que a Red Bull fará de tudo para ficar com o título da Fórmula 1, mas fez uma ressalta: de maneira limpa.

"De qualquer forma, estamos apenas olhando para frente. Queremos vencer em Abu Dhabi e, assim, conquistar o título", frisou. "Faremos tudo para isso, mas não cometeremos nenhuma ação injusta. Na Arábia Saudita, nós já tivemos ritmo para acompanhar Hamilton e a pista de Abu Dhabi deve se adequar mais a nós", concluiu.

F1 NA ARÁBIA: HAMILTON VENCE, VERSTAPPEN 2°: EMPATE NA DECISÃO | Briefing

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade