PUBLICIDADE

Hamilton condena vaias a Verstappen na Inglaterra: "Somos melhores que isso"

Max Verstappen foi bastante vaiado ainda na pista após a classificação em Silverstone, e Lewis Hamilton pediu aos torcedores respeito ao piloto holandês

3 jul 2022 - 10h24
Ver comentários
Publicidade
Lewis Hamilton pediu aos torcedores que parem de vaiar Verstappen na Inglaterra
Lewis Hamilton pediu aos torcedores que parem de vaiar Verstappen na Inglaterra
Foto: Justin Tallis/AFP / Grande Prêmio

A temporada 2021 foi marcada pela intensa rivalidade entre Max Verstappen e Lewis Hamilton na disputa pelo título, com direito a manobras polêmicas de ambas as partes que deixavam os torcedores em polvorosos. Com a chegada da F1 à Inglaterra, casa do heptacampeão, o atual campeão da categoria está tendo de lidar com as vaias dos ingleses, mas Hamilton tratou de vir a público pedir que os fãs não sejam hostis com o piloto da Red Bull.

Logo após a classificação de sábado, que definiu o grid de largada para o GP da Inglaterra, foi possível ouvir a vibração da torcida quando Verstappen rodou no Q3, não conseguindo fazer a pole-position. O piloto, que ficou em segundo, ainda foi bastante vaiado quando dava sua entrevista após a sessão.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Hamilton e Verstappen ao final da temporada 2021 (Foto: Reprodução/F1)

Hamilton também teve de lidar com a mesma situação vinda dos fãs de Verstappen em outros momentos, mas isso não o impediu de pedir por respeito. "Somos melhores que isso", disse o representante da Mercedes. "Não precisamos fazer isso. Sem vaias", frisou.

"Nós temos grandes fãs, eles sentem as emoções à flor da pele, mas definitivamente não concordo com vaias. Vaiar alguém não faz diferença nenhuma [no resultado para o adversário]", continuou Hamilton, que também agradeceu o suporte em seu GP caseiro — e também não perdeu a oportunidade de dar uma leve cutucada pelo desfecho de 2021. "Talvez alguns ainda estejam sentindo a dor pelo ano passado."

Quem também se mostrou contrário ao comportamento da torcida em Silverstone foi Toto Wolff. O chefe da Mercedes lembrou que se trata de uma atitude antidesportiva e sugeriu outra forma de manifestar descontentamento pelo possível triunfo do adversário. "Se você não gosta do piloto, fique em silêncio. Nenhum piloto merece [ser vaiado], independente do que tenha acontecido no passado, seja em qualquer competição", disse o austríaco, que ainda completou: "Ser vaiado é abusivo."

Verstappen, por sua vez, admitiu que o momento após a sessão classificatória foi "decepcionante" e o atrapalhou bastante na entrevista, mas deu de ombros para a torcida contra na Inglaterra. "Se eles quiserem vaiar, que façam isso. Para mim, não faz diferença."

"Sempre fico feliz por estar aqui, é uma ótima pista, uma ótima atmosfera, no geral. Talvez alguns torcedores não gostem de mim, mas ok. Todos têm suas opiniões, não é? Eu não me importo com isso", encerrou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade