3 eventos ao vivo

GP de Mônaco: em prova acidentada, Rosberg vence de ponta a ponta

26 mai 2013
10h56
atualizado às 13h07
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de quatro pole positions consecutivas, enfim, a Mercedes conquistou sua primeira vitória na temporada 2013 da Fórmula 1. Neste domingo, o alemão Nico Rosberg mostrou um desempenho seguro e levou seu carro da equipe germânica ao primeiro lugar no Grande Prêmio de Mônaco, em uma corrida marcada por acidentes.

<p>Em corrida acidentada, alemão teve desempenho seguro e venceu de ponta a ponta</p>
Em corrida acidentada, alemão teve desempenho seguro e venceu de ponta a ponta
Foto: Reuters

Rosberg deixou para trás as duas Red Bull, com Sebastian Vettel em segundo e Mark Webber em terceiro. Segundo colocado no grid de largada, o britânico Lewis Hamilton foi o quarto colocado. Adrian Sutil (Force India), Jenson Button (McLaren), Fernando Alonso (Ferrari), Jean-Eric Vergne (Toro Rosso), Paul di Resta (Force India) e Kimi Raikkonen (Lotus) completaram a zona de pontuação.

Graças à vitória, a segunda em sua carreira, o alemão da Mercedes chegou aos 47 pontos no campeonato. Entretanto, a liderança da temporada ainda é de Sebastian Vettel, que foi a 107 pontos. Kimi Raikkonen, vice-líder do Mundial, somou apenas um ponto e foi a 86. Ainda assim, manteve-se à frente de Fernando Alonso (78), Lewis Hamilton (62) e Mark Webber (67).

A etapa registrou duas batidas de destaque, com Felipe Massa e com Pastor Maldonado. A primeira, na volta 30, foi bastante parecida à sofrida no terceiro treino livre pelo próprio brasileiro da Ferrari, que acabou abandonando a prova para fazer exames no hospital; a segunda, 16 voltas depois, foi causada por um toque de Max Chilton e obrigou a organização a paralisar a corrida por cerca de 20 minutos, tamanho o estrago feito na proteção da pista.

Apesar da expectativa gerada pelos acidentes nos treinos, realizados com pista úmida, a largada da prova aconteceu com céu limpo e sem problemas: Rosberg manteve a liderança, seguido de Hamilton e Vettel. Apenas dois nomes se beneficiaram da primeira volta: Felipe Massa, que largou em 21º lugar após a punição sobre Max Chilton (Marussia), e Jenson Button, que superou Adrian Sutil e subiu da nona para a oitava posição.

Em oitavo, Button começou uma briga por posições com o companheiro de McLaren, Sergio Perez. Mais atrás, Charles Pic errou a freada no hairpin e acertou a traseira de Pastor Maldonado, que atingiu a traseira de Giedo van der Garde. Pior para Pic e Maldonado, que perderam asas dianteiras e foram para os boxes. O francês da Caterham abandonaria poucas voltas depois, com um vazamento de óleo no motor.

Na volta 23, Pastor Maldonado tentou deixar as últimas posições e tocou o carro de Chilton. Porém, a primeira grande batida da prova aconteceria mais tarde, em meio às trocas que pneus que valeram a Vettel a segunda posição: na 30ª volta, Felipe Massa bateu na entrada da Sainte Devote e parou na proteção de pneus, repetindo o acidente que protagonizara na véspera durante o terceiro treino livre. Fim de prova para o brasileiro, safety car na pista.

Oito voltas depois, com a pista liberada, Hamilton – que havia caído para quarto antes do acidente – tentou recuperar a posição em cima de Mark Webber, mas o australiano se defendeu bem. Em compensação, na volta 42, Sérgio Perez foi para cima de Jenson Button na chicane e tomou a sétima posição do companheiro – e só não conseguiu o mesmo para cima de Alonso duas voltas depois porque o espanhol da Ferrari conseguiu defender a posição fora da pista, de forma polêmica, no mesmo trecho.

Na volta 46, porém, Max Chilton e Pastor Maldonado protagonizaram a principal batida do fim de semana: ao tentar ultrapassar o venezuelano, o britânico da Marussia acertou a traseira do rival e mandou o carro da Williams para a proteção de pneus da Curva da Tabacaria. Com as proteções no asfalto e a pista desconfigurada, a organização da prova paralisou as atividades por 20 minutos. Na volta, Perez tomou a sexta posição de Fernando Alonso.

Ousado, o mexicano tentou tomar ainda o quinto lugar de Kimi Raikkonen, que se defendeu na chicane e não gosto. Atrás da dupla, Alonso foi surpreendido na volta 57 e perdeu a sétima posição para Adrian Sutil, após um ousado ataque do alemão da Force India no hairpin. De quebra, nomes como Jules Bianchi (volta 60), Romain Grosjean e Daniel Ricciardo (volta 63) também se envolveram em acidentes nas voltas finais – o safety car voltou à pista, agora pela batida de Grosjean na traseira de Ricciardo na entrada da chicane.

Com a pista liberada na volta 70, Rosberg, Vettel, Webber e Hamilton se mantiveram nas quatro primeiras posições, enquanto Perez atacava Raikkonen pela quinta posição - pior para o finlandês, que foi tocado pelo mexicano, passou pels boxes e terminou fora da zona de pontuação. Sutil ganhou a sexta posição, com Button em sétimo após ultrapassar Alonso. Com problemas, o mexicano acabou abandonando a quatro voltas do fim. Na frente, Rosberg apenas administrou.

Confira o resultado final do Grande Prêmio de Mônaco:

Posição Piloto País Equipe Tempo
1 Nico Rosberg ALE Mercedes 2h17min52s056
2 Sebastian Vettel ALE Red Bull Renault + 3s8
3 Mark Webber AUS Red Bull Renault + 6s3
4 Lewis Hamilton GBR Mercedes + 13s8
5 Adrian Sutil ALE Force India Mercedes + 21s4
6 Jenson Button GBR McLaren Mercedes + 23s1
7 Fernando Alonso ESP Ferrari + 26s7
8 Jean-Eric Vergne FRA Toro Rosso Ferrari + 27s2
9 Paul di Resta GBR Force India Mercedes + 27s6
10 Kimi Raikkonen FIN Lotus Renault + 36s5
11 Nico Hulkenberg ALE Sauber Ferrari + 42s5
12 Valtteri Bottas FIN Williams Renault + 42s6
13 Esteban Gutierrez MEX Sauber Ferrari + 43s2
14 Max Chilton GBR Marussia Cosworth +49s8
15 Giedo van der Garde HOL Caterham Renault +1min02s5
16 Sergio Perez MEX McLaren Mercedes + 6 voltas
abandono Romain Grosjean FRA Lotus Renault acidente (volta 63)
abandono Daniel Ricciardo AUS Toro Rosso Ferrari acidente (volta 61)
abandono Jules Bianchi FRA Marussia Cosworth abandono (volta 58)
abandono Pastor Maldonado VEN Williams Renault acidente (volta 46)
abandono Felipe Massa BRA Ferrari acidente (volta 30)
abandono Charles Pic FRA Caterham Renault motor (volta 7)

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade