PUBLICIDADE

F1: segurança pede credencial de Hamilton no GP do Canadá

Heptacampeão mundial foi questionado por funcionário do autódromo nesta sexta

7 jun 2024 - 18h16
(atualizado às 18h24)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Nesta sexta-feira (7), o piloto da Fórmula 1 Lewis Hamilton foi abordado por um segurança que pediu sua credencial, sem saber quem ele era no autódromo Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, Canadá.
Hamilton quase foi barrado no Circuito Gilles Villeneuve
Hamilton quase foi barrado no Circuito Gilles Villeneuve
Foto: Reprodução/RDS

Lewis Hamilton enfrentou uma situação peculiar nesta sexta-feira, 7, no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal. Um segurança desavisado parou o piloto da Mercedes e pediu para que ele mostrasse a credencial para o Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1, que acontece neste fim de semana. 

A abordagem aconteceu enquanto o britânico andava pelo autódromo com seu habitual patinete. O momento foi registrado pelo portal RDS.

No vídeo, o homem mostra a própria credencial como forma de questionar Hamilton. Aparentemente sem entender a situação, o piloto olha para trás e diz algo ao profissional, antes de seguir seu caminho. 

Mesmo sem credencial, o piloto de 39 anos dispensa apresentações no mundo da Fórmula 1. Na categoria desde 2007, Hamilton acumula 103 vitórias, 104 pole position e sete títulos mundiais, sendo recordista em todos esses quesitos. 

Essa, porém, não é a primeira vez que algo do tipo acontece com o dono do carro 44. Em 2014, no GP da Austrália, ele retornou ao paddock, ainda de capacete, após problema mecânico em um treino e, por pouco, não foi barrado por um segurança. 

Na ocasião, Hamilton respondeu “I’m a driver” [Sou piloto, em tradução] e seguiu o caminho para o paddock.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade