PUBLICIDADE

Confira declarações dos pilotos após classificação do GP da Inglaterra de F1 2022

Carlos Sainz superou uma classificação caótica em Silverstone para cravar a primeira pole da carreira na F1. O espanhol vai dividir a fila inicial do grid com Max Verstappen neste domingo. Veja o que os pilotos falaram após a definição das posições de largada

2 jul 2022 - 19h18
Ver comentários
Publicidade
Carlos Sainz sai na pole, com Max Verstappen em segundo e Charles Leclerc em terceiro
Carlos Sainz sai na pole, com Max Verstappen em segundo e Charles Leclerc em terceiro
Foto: Justin Tallis/AFP / Grande Prêmio

A classificação do GP da Inglaterra foi intensa e imprevisível por causa da chuva que desabou sobre Silverstone. E quem driblou a pista molhada e os erros foi Carlos Sainz, que conquistou a primeira pole-position da carreira na F1. A volta do ferrarista foi feita em 1min40s983 - apenas 0s072 melhor que a de Max Verstappen. Os dois rivais vão dividir a primeira fila do grid neste domingo.

Enquanto Sainz viu a conquista com surpresa, especialmente pelas condições adversas deste sábado, o campeão do mundo entendeu que a sessão que decidiu o grid foi uma loteria. Atrás deles, Charles Leclerc assegurou a terceira colocação, logo à frente de Sergio Pérez.

Quem abre a terceira fila é Lewis Hamilton. O heptacampeão lamentou ter perdido a chance de largar mais à frente. Diante de uma Silverstone lotada, o inglês bem que tentou, chegou a figurar entre os ponteiros, mas a parte final da classificação acabou frustrando as chances da Mercedes. George Russell sai apenas em oitavo.

Lando Norris e Fernando Alonso ficaram à frente do inglês mais jovem da equipe alemã, enquanto Guanyu Zhou e um surpreendente Nicholas Latifi completaram o top-10. Confira abaixo o que os pilotos falaram sobre a sessão decisiva do fim de semana britânico da Fórmula 1.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Carlos Sainz, pole: Sainz admite surpresa com primeira pole da carreira na Inglaterra: "Estava sofrendo"

Max Verstappen, segundo: Verstappen vê "loteria" no Q3 e se diz feliz com 2º lugar na Inglaterra: "Temos bom carro"

Charles Leclerc, terceiro: Leclerc termina desiludido com erro no Q3 na Inglaterra: "Eu não merecia a pole"

Sergio Pérez, quarto: Pérez afirma que 4º lugar na Inglaterra "não foi ideal" e torce por competitividade na corrida

Lewis Hamilton, quinto: Hamilton lamenta 5º lugar no grid na frente dos fãs em Silverstone: "Arrasado"

Lando Norris, sexto: Norris comemora 6ª posição em Silverstone: "Melhor que poderíamos ter feito"

Fernando Alonso, sétimo: Alonso vê Alpine bem "no seco e no molhado" e garante: "Poderia largar no top-5"

George Russell, oitavo: Russell admite erro e traça objetivo para Inglaterra: "Passar Norris e Alonso rápido"

Guanyu Zhou, nono: "A classificação hoje foi um desafio, mas eu diria que não fui muito mal para um novato! Foi minha primeira vez guiando um F1 em Silverstone no molhado, as condições eram muito diferentes de ontem, mas hoje foi bom, senti que estava progredindo e melhorando a cada volta. Foi particularmente complicado entre o Q2 e o Q3, quando estava ficando úmido e havia poças d'água, mas consegui manter o carro na pista e acho que consegui maximizar tudo o que tinha, então posso dizer que estou satisfeito com o trabalho feito. É incrível entrar duas vezes seguidas no Q3, sinto que estou crescendo como piloto de Fórmula 1 e estou muito feliz com isso. Estou ansioso para amanhã, as condições da pista devem ser diferentes e acho que temos a chance de marcar alguns pontos, que é sempre o nosso objetivo principal. Temos potencial, o grid está muito apertado, mas acho que estamos bem e ambos os carros vão disputar pontos amanhã."

Nicholas Latifi, décimo: Latifi celebra "grande feito" na classificação, mas espera pouco do GP da Inglaterra

Pierre Gasly, 11º: "Desde os treinos livres tem sido extremamente difícil aqui. Sabíamos que seria uma luta nessa pista, não conseguimos encontrar soluções, mas gerimos bem a classificação e temos de nos contentar com o 11º no grid. Claro que não dá para ficar satisfeito com esse desempenho, queremos mais, mas este é o nível atual do nosso carro neste tipo de pista. Esta noite vou fazer a dança da chuva, esperando ter condições diferentes do seco de amanhã na corrida."

Valtteri Bottas, 12º: "Foi um dia desafiador para mim: as condições eram complicadas, mudando o tempo todo e parecia que a cada volta a pista era um pouco diferente. O Q1 foi bom, mas, assim que entrei no Q2, com mais água na pista, foi difícil atingir a temperatura ideal dos pneus. Ainda assim, estamos em 12º e os pontos não estão muito longe: esperamos uma corrida seca amanhã, então estou confiante de que podemos obter alguns pontos. Nosso carro é muito mais forte em corrida."

Yuki Tsunoda, 13º: "Considerando como foram os treinos livres, achávamos que seria difícil passar para o Q2 hoje e, portanto, só posso ficar satisfeito com este resultado. As condições eram complicadas, mas a equipe fez um ótimo trabalho e estou feliz com o que aconteceu. Acho que é um resultado muito positivo para nós, levando em conta como o fim de semana foi até agora. Espero que não chova amanhã na corrida, porque o meu carro tem um acerto para pista seca e espero poder aproveitar ao máximo e tentar pontuar. Mal posso esperar para correr: será difícil, mas acho que ainda podemos ter uma boa chance."

Daniel Ricciardo, 14º: "Estou decepcionado com o resultado de hoje. Acho que precisava que a volta fosse feita mais cedo porque a pista estava no seu melhor no início, mas depois lutei com a aderência. Na maioria das vezes, acho que não consegui a volta quando as condições estavam no seu melhor, e isso me custou mais do que qualquer outra coisa hoje. Então, está na minha conta. Isso nos colocou um pouco para trás no grid, então temos muito trabalho a fazer amanhã."

Nicholas Latifi fez o impossível e foi ao Q3 com a Williams (Foto: Williams)

Esteban Ocon, 15º: "Foi um desses dias complicados hoje. Perdemos potência por falta de bateria no Q2, não deu para ser competitivo assim e aí ficamos em 15º, o que não é nada bom para a corrida de amanhã. Ainda estou positivo, mesmo assim, já que largamos mais atrás em 2022 e mesmo assim pontuamos, então, é a mesma meta para amanhã. Vamos ver se entendemos o problema que tivemos, espero que a gente resolva e possa estar bem para a corrida. É uma pista boa de ultrapassar, vamos aproveitar as oportunidades e ter um resultado decente".

Alexander Albon, 16º: "As condições estavam boas hoje, apesar da chuva, mas havia menos aderência no segundo conjunto de pneus. Foi um pouco diferente pilotar com as atualizações, mas já no TL3 eu estava me sentindo muito confortável com o carro, mesmo com chuva no Q1, me senti bem. Só que, no fim do Q1, optamos por fazer uma volta de arrefecimento, mas perdemos muita temperatura dos pneus. A pista estava começando a secar e todo mundo passou a virar mais rápido, mas eu simplesmente não conseguia encontrar aderência suficiente. Não foi a melhor escolha, mas vamos ver o que acontece amanhã. Temos um bom carro."

Kevin Magnussen, 17º: "Mick estava bem no TL3, eu não tive problemas, mas pude ver o que o carro poderia fazer, por isso estava confiante. Então choveu, e isso me deixou ainda mais confiante, mas por algum motivo não tivemos o ritmo hoje no molhado. É interessante, fomos rápidos no molhado algumas vezes este ano, mas em pistas muito diferentes desta. Há algo a aprender com isso, então vamos tentar novamente amanhã e ver se podemos lutar para voltar ao top-10".

Sebastian Vettel, 18º: Vettel culpa falta de ritmo e diz que 18º deixa corrida na Inglaterra "mais difícil"

Mick Schumacher, 19º: "Infelizmente, tivemos um problema no carro. Parecia algo com a barra de direção, o que, definitivamente, não é algo que queremos, especialmente nessas condições. Vamos analisar o que aconteceu, mas acho que isso foi a grande razão por não termos ido ao Q2. Para mim tanto faz como estiver o clima amanhã, vai ser igualmente divertido."

Lance Stroll, 20º: "Nós tentamos um novo jogo de intermediários no fim do Q1, mas eu tive uma volta de aquecimento terrível, cheia de tráfego e foi muito difícil gerar qualquer temperatura nos pneus assim. Só com 1 volta no fim, meus pneus não estavam suficientemente aquecidos, não deu para dar uma volta decente. Estou frustrado por largar no fundo do grid, mas podemos ter uma corrida melhor se o clima melhorar."

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do fim de semana do GP da Inglaterra. No domingo, a largada está marcada para as 11h (de Brasília, GMT-3).

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade